Garanhuns, 14 de julho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CULTURA
 

Festival Literário é avaliado com sucesso
Organizadores já pensam na 3a edição do FLIG

Dois dos principais organizadores do 2 Festival Literário de Garanhuns, FLIG, avaliam positivamente o evento, que foi encerrado no último domingo, dia 8. Manoel Neto Teixeira, jornalista, advogado e escritor, acredita que o Festival cresceu em todos os sentidos, tendo tudo para se consolidar como um dos grandes eventos da cidade e do Estado.

O presidente da Academia de Letras e diretor de Cultura do município, poeta e cronista João Marques, pensa da mesma maneira. Ele acha que o FLIG de 2007 teve pleno êxito, superando todas as expectativas dos organizadores. "Os escritores saíram já planejando o terceiro festival, que deve ser mais diversificado, com oficinas, palestras e participação de intelectuais de todo Nordeste e não apenas de Pernambuco", afirmou João Marques.

Tanto o diretor de Cultura quanto Manoel Neto Teixeira informaram que o prefeito Luiz Carlos de Oliveira ficou plenamente com o evento. A intenção do governante garanhuense, segundo o seu assessor na área cultural é tornar o evento permanente, de modo a que o FLIG se consolide cada vez mais.

Entusiasmado com o Festival de Literatura, o jornalista Manoel Neto Texeira já prepara o documento com os anais do evento, que deve ser publicado em agosto ou setembro. "Neste livro relataremos tudo que aconteceu durante os quatro dias no Centro Cultural e nas tendas armadas em volta", anuncia o escritor.

PROGRAMAÇÃO - João Marques disse que a programação do FLIG foi cumprida quase inteiramente, faltando apenas dois ou três dos palestrantes convidados. Também não foi possível a presença dos bacamarteiros de Caruaru, convidados para fazer uma homenagem a Ariano Suassuna.

Mas os organizadores do Festival de Literatura estimam que uma média de 300 pessoas passaram por dia pelo Centro Cultural ou pelas três tendas de livros armadas nas imediações. Na abertura, com a presença do prefeito Luiz Carlos, 400 pessoas estavam presentes.

O ponto alto da festa cultural foi a aula-espetáculo do secretário de Cultura do Estado, Ariano Suassuna, que atraiu mais de 700 pessoas à antiga estação de trens. No almoço de encerramento do evento, num restaurante da cidade, 160 pessoas participaram.

"O público prestigiou tanto as palestras quanto as apresentações dos artistas", comemora João Marques, que destaca ainda, durante o FLIG as boas vendas realizadas nos 10 estandes armados nas tendas ao lado do Centro Cultural, o sucesso da tenda infantil, com palhaços e contação de histórias e um espaço de recital que funcionou permanentemente, durante o evento.