Garanhuns, 14 de julho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


DIFICULDADES E PALPITES

As oposições estão longe de definir o candidato ou candidatos para enfrentar Luiz Carlos de Oliveira na eleição de 2008. Como não existem nomes naturalmente fortes, vão surgindo os palpites. Um deles é de que a chapa Audálio/Sivaldo ou Sivaldo/Audálio seria capaz de empolgar o eleitorado de Garanhuns. Os dois foram bem votados na última eleição municipal, são jovens e inteligentes e poderiam representar uma injeção de ânimo no desanimado povo do município. Eles poderiam ser cercados pela experiência e bom senso de Silvino, Ivo Amaral, Alcindo Menezes, João Inocêncio, dentre outros.


ANGELIM

Prefeito de Angelim pela terceira vez, era de se esperar que Samuel Salgado (PT), uma pessoa cordata e bem intencionada, fizesse uma gestão pra ficar na história do município.. Principalmente porque ele voltou ao poder com muita dificuldade, enfrentando a sabedoria de Marco Calado. Mas desde o começo que o meu amigo petista comete erros infantis e por isso vive tendo problemas como esse surgido agora junto ao Ministério Público. É uma pena.


PROXIMIDADE

O empresário Claudino de Souza, Dudu, está cada vez mais próximo do Partido Republicano, PR . O capoeirense e seu grupo receberam o deputado federal Inocêncio Oliveira, recentemente, na visita que o parlamentar fez à nascente do Rio Una, na divisa entre Caetés e Capoeiras. (Ver matéria ao lado).


PDT

O mistério sobre a futura filiação de Luiz Carlos de Oliveira continua, mas não deve durar muito tempo. Uma das prováveis opções do prefeito continua sendo o PDT, capitaneado no Estado pelo deputado José Queiroz.


FLIG

Teve uma bela abertura e o Centro Cultural ficou pequeno no dia da aula-espetáculo de Ariano Suassuna. O Festival Literário tem tudo para se tornar um grande evento em Garanhuns, atraindo intelectuais, escritores e jornalistas de várias regiões do país.


REDUTO

Tony Neto, filho do ex-vereador Osvaldo Ferreira irmão de Cid, que também foi vereador, vai disputar uma vaga na Câmara Municipal pelo PRP, em 2008. Um dos seus redutos poderá ser a Cohab II, onde passará a morar dentro de poucos dias.


ABANDONO

Aliás Tony está impressionado com o abandono da Cohab II. Buracos em toda extensão da pista que dá acesso à vila, ruas intransitáveis, mato alto por todo canto, posto de saúde de péssimo aspecto, falta de uma mínima área de lazer. O representante dos Ferreira acha que o Conjunto Francisco Figueira realmente precisa de uma voz na Câmara.


AS OPOSIÇÕES

As oposições já fizeram duas reuniões para discutir 2008 e parecem estar se entendendo. Por enquanto não se discutem os nomes da chapa majoritária, mas logo eles terão de surgir, porque senão vai ficar cada vez mais difícil enfrentar Luiz Carlos.


HOMOLOGAÇÃO

Tem gente do lado do prefeito encarando a eleição de 2008 como uma "barbada". Os que pensam assim acha que será uma verdadeira homologação, como se Luiz Carlos fosse candidato único.


CEAGA

Eraldo Caxiado, ex-vereador e crítico duro de Silvino Andrade, agora é um dos diretores da Ceaga. Chegou ao cargo com uma mãozinha de Bartolomeu Quidute, aliado do prefeito Luiz Carlos de Oliveira.


COMPARAÇÃO

Outro dia um político da cidade fez uma observação interessante ao colunista: "Silvino foi um governante arrogante e por isso agora está abandonado, sem amigos. Ivo Amaral, que foi prefeito há mais de 20 anos, hoje junta mais gente do que ele, basta dar uns telefonemas".


O PESO DE SILVINO

Mesmo se a realidade de Silvino for essa, não tenho dúvida de que o ex-prefeito ainda pesa muito na eleição local. Acredito até que as oposições só têm chance de enfrentar Luiz Carlos se contarem com o ex ajudando de alguma forma. Ele pode não aglutinar como candidato, mas atuando nos bastidores é um perigo.