Garanhuns, 14 de julho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO CULTURAL

Carlos Janduy


2º FLIG

A segunda edição do FLIG - Festival de Literatura de Garanhuns, realizada de 5 a 8 de julho e que teve como sede o Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, movimentou o mundo das letras, reunindo escritores, poetas e apreciadores da literatura de vários estados nordestinos.

Segundo o Diretor de Cultura do Município, poeta João Marques, o FLIG manteve o formato do ano passado, com palestras, debates, apresentações musicais, mostras e lançamentos de livros, apresentações musicais, além de exposições de obras de diferentes categorias, mas algumas novidades incrementaram a segunda edição. Na programação, por exemplo, foi incluída a literatura infanto-juvenil, apresentada em tendas montadas na área externa do teatro, incentivando e dando uma maior abertura para que os jovens pudessem ser inseridos no contexto literário.

Um dos pontos altos da vasta programação foi, indiscutivelmente, a aula do homenageado do evento, mestre Ariano Suassuna, Secretário de Cultura de Pernambuco, que como sempre, esbanjou conhecimento e carisma, encantando a todos que superlotaram o Teatro Luís Souto Dourado.

De parabéns a Comissão Organizadora e os realizadores do FLIG, que já na sua segunda edição, consolida de vez os seus legítimos objetivos.


Metamorfose

Dentre os lançamentos de livros que aconteceram no 2º FLIG, Metamorfose - Nascimento, Desenvolvimento e Crescimento, de Aderbal Pincho, foi um deles. Essa é a segunda publicação do autor, que nesses últimos três anos tem se dedicado a escrever as suas experiências de vida e a estudar o comportamento humano.

Segundo Aderbal, mais dois livros já estão prontos, para em breve serem lançados.


17º FIG

Na próxima quinta-feira tem início um dos maiores eventos de arte cultura do Brasil. Com a proximidade do Festival de Inverno, a cidade já começa a mudar o seu semblante, graças as expectativas, que como sempre, são muito boas.

Na abertura deste ano, teremos concretizada a feliz idéia de homenagear Luiz Gonzaga, nos 60 anos de Asa Branca, clássico de autoria do fenômeno Rei do Baião em parceria com Humberto Teixeira.

Segundo a programação oficial, farão parte desse momento de homenagens, Os Gonzagas (Chiquinha, Sérgio, Joquinha e Daniel) e os convidados Elba Ramalho, Trio Nordestino, Jorge de Altinho, Nando Cordel, Petrúcio Amorim, Maciel Melo, entre outros, todos conscientes seguidores de Gonzagão.

A programação está recheada de boas atrações nos consagrados palcos do FIG, inclusive naqueles, considerados paralelos ao evento, mas que têm importância indiscutível.

Agora é se encher de energia para vivenciar mais uma edição do Festival de Inverno de Garanhuns, período em que a Cidade das Flores respira muito mais arte e cultura.