Garanhuns, 30 de junho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


POLÍCIA FEDERAL

A Polícia Federal, que estava a serviço da repressão no período da ditadura, hoje é um exemplo na área de segurança e tem desmascarado muito peixe grande, não só os lambaris, como Vavá. Mas exatamente porque está chegando aos figurões, a PF tem sido criticada, à direita e à esquerda. O senador Jarbas Vasconcelos, que é oposição, bateu na Polícia Federal, apontando exageros. E dias depois o presidente Lula também se mostrou preocupado com possíveis excessos. Pode ser. Em todo caso, difícil é político ver exagero da Polícia (Federal, Civil, Militar) quando o preso é um simples ladrão de supermercado, por exemplo.


ORGANIZAÇÃO DO DEM

O empresário Alexandre Guilherme, presidente do Democratas (DEM) em Garanhuns, pretende organizar o partido tendo em vista a eleição de 2008. Ele próprio não vai disputar o mandato de vereador, mas planeja montar uma chapa competitiva.


O CANDIDATO

Um dos candidatos do DEM à Câmara Municipal é o médico Ulisses Pereira, que atua no Hospital Perpétuo Socorro e também na Prefeitura, mas especificamente no PSF do distrito de São Pedro. É um nome considerado forte para a disputa.


OPOSIÇÃO

Uma coisa o empresário Alexandre Guilherme promete: o DEM não apoiará a reeleição do prefeito Luiz Carlos de Oliveira. O democratas devem se unir as outras legendas de oposição no município como PV, PSB, PR, PDT, PPS e até PT.


MÉRITO

O diretor de Cultura do Município, João Marques, é acusado de personalista e tem um monte de críticos ao seu trabalho. Agora, ninguém pode negar que ele é o principal responsável pela criação do Festival Literário de Garanhuns, o FLIG, que chega no começo de julho à segunda edição trazendo a cidade mais de uma centena de escritores de diversas partes do Nordeste.


LIVROS

Por falar em literatura e em livros, o jornalista Elio Gaspari registrou em sua coluna que em sua recente passagem pelo Brasil o presidente da República Dominicana, Leonel Fernandez, esteve na Livraria Cultura, em São Paulo, e comprou de um só vez 133 volumes, que importaram em R$ 8 mil. Levou de Machado de Assis (Dom Casmurro) a Chico Buarque (Budapeste). Na opinião do colunista, que escreve para vários jornais do país, o exemplo edificante pode estimular o presidente Lula um dia a também entrar numa das livrarias brasileiras. E lembra que "para seu conforto algumas servem até café".


BEM ARTICULADO

Estive há poucos dias no Palácio e conversei com um dos mais influentes secretários do governador Eduardo Campos. O bate papo foi rápido mais deu a impressão que o Governo está inclinado a acompanhar em Garanhuns a aliança Luiz Carlos/Izaías Régis. O secretário fez até a significativa observação de que "o parlamentar é muito bem articulado na Assembléia Legislativa."


CAMPANHA RÍDICULA

De que adiantou o Sport do senador Jarbas Vasconcelos ou o Náutico do deputado André Campos chegarem à primeira divisão do Campeonato Brasileiro? Do mesmo modo que o Santa Cruz de José Mendonça, o ano passado, os dois times pernambucanos fazem campanhas rídiculas no brasileirão, deixando os torcedores verdadeiramente envergonhados.


JORNAL

Em Capoeiras circula um jornal de nome estranho "Arthropole", que já está até no Orkut. No último número é levantado o problema do cemitério da cidade vizinha, que está com sua capacidade esgotada há mais de 10 anos. Daí o sugestivo título da manchete: "É proibido morrer."


LUGAR DE FESTAS

O periódico registra ainda que o Clube Municipal da cidade está abandonado e estão pensando em transformá-lo no prédio da Câmara dos Vereadores. As festas de Capoeiras, por enquanto, estão sendo realizadas na quadra coberta construída pelo prefeito Nenen. Sábado passado, numa recepção de casamento realizada na dita quadra, foi cometido um homicídio.


CASA DE SHOWS

Caetés novamente brilhou no período das festas juninas. A casa de shows da cidade ficou lotada na abertura e na véspera do São João, com gente de todos os municípios da região. O prefeito Zé da Luz, que já provou ser bom de festa, já confirmou que está transferindo seu domícilio eleitoral para Garanhuns.


CHAPA ABENÇOADA

Se Luiz Carlos de Oliveira disputar a prefeitura de Garanhuns tendo Zé da Luz como vice não é de estranhar muito não. Essa chapa pode ter as bênçãos do deputado Izaías Régis e consequentemente do Palácio das Princesas. Difícil vai ser Dr. Alcindo e Audálio Ramos aceitarem essa composição. Os dois, como se sabe, preferem que o PSB tenha candidato próprio à sucessão municipal.