Garanhuns, 16 de junho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

PMDB tem nova Comissão Provisória

O Partido do Movimento Democrático Brasileiro, PMDB, está com nova Comissão Provisória no Município, nomeada pela direção estadual da agremiação política. Os cinco nomes escolhidos para ficar à frente da legenda são os seguintes: ex-vereador João Inocêncio Filho, José Hilton Paixão, ex-prefeito Ivo Amaral, empresário Ivan Gomes Júnior e ex-vereador Paulo Francisco Gomes.

A nova comissão já foi homologada no Tribunal Regional Eleitoral, por conta da relação ter sido encaminhada pelo presidente do Diretório do PMDB em Pernambuco, advogado Dorany Sampaio. Agora, esse grupo é que vai definir os rumos do partido em Garanhuns e a opção majoritária dos que fazem a Comissão Provisória é fazer oposição ao prefeito Luiz Carlos. Por conta disso, o presidente da Câmara, vereador Zaqueu Lins, que teve o seu nome alijado do grupo, deve futuramente trocar de legenda.

Na política recente de Garanhuns o PMDB já elegeu dois prefeitos: Silvino Andrade, que hoje está no PSDB e Luiz Carlos de Oliveira, que deixou o partido há pouco tempo e atualmente está sem filiação partidária. A preocupação dos peemedebistas, após o afastamento desses políticos "que apenas teriam usado a legenda" é ter mais critério nas filiações, de modo a que a história não volte a se repetir.

O novo presidente do partido em Garanhuns ainda não foi definido. Há muitos anos que José Hilton Paixão vem comandando a legenda, desde os tempos da resistência democrática, mas agora a própria direção estadual acha desejável um remanejamento. Foi sugerido o nome do ex-prefeito Ivo Amaral, que no entanto prefere ficar de fora do comando. Ele acha que se é pra renovar o melhor seria escolher como presidente um jovem como Ivan Júnior ou aproveitar a experiência de João Inocêncio.

Mesmo ligados ao senador Jarbas Vasconcelos e ao ex-governador Mendonça Filho, é provável que os peeemedebistas de Garanhuns se juntem a partidos como o PSB, o PT, o PDT, o PV e o PSDB, numa grande frente para enfrentar o prefeito Luiz Carlos de Oliveira.