Garanhuns, 16 de junho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Garanhuns vira a capital da literatura

Durante quatro dias Garanhuns será transformada na capital da literatura no Estado. De cinco a oito do próximo mês acontece na cidade o 2º Festival de Literatura da cidade, o FLIG, que promete trazer ao Centro Cultural os principais escritores de Pernambuco e de Estados vizinhos. O evento será dedicado ao secretário de Cultura do Estado, Ariano Suassuna, pela passagem dos seus 80 anos de vida.

O FLIG cresceu, em relação à primeira edição, em 2006, e este ano terá um dia a mais, maior número de participantes e pelo menos três vezes o número de lançamento de livros. Serão realizadas palestras, exposições, recitais, debates, aula-espetáculo com Ariano Suassuna, apresentação de bacamarteiros e shows e serestas com artistas da terra.

O 2º Festival Literário de Garanhuns começa na quinta-feira, dia cinco, às 10h, com inscrições, entrega de pastas e credenciais. Às 15h será instalada a mesa dos trabalhos, tendo João Marques como presidente e Alexandre Santos como relator. Em seguida, às 15h20, palestra com o ficcionista pernambucano Lucilo Varejão Neto. Às 15h40, "Débora Brennand, uma vida de poesia", por Lucila Nogueira. As crônicas de Renato Carneiro Campos serão analisadas por Antônio Campos, às 16h20, e a escritora Luzilá Gonçalves fará um estudo da poesia de Carlos Drummond de Andrade, às 16h40.

SOLENIDADE - Mas a abertura solene do FLIG será feita às 19h30, com a presença do prefeito Luiz Carlos de Oliveira. Estarão presentes também, neste momento, o governador Eduardo Campos ou um seu representante, o secretário de Educação do município, José Maria Leitão, Waldênio Porto (presidente da Academia de Letras de Pernambuco), Vital Correa (presidente da UBE), Walter Andrade (Academia de Letras de Caruaru), Samuel Gonçalves (Academia de Letras de Cabo Verde), Flávio Chaves (CEPE), Marcus Accyoli (Conselho Estadual de Cultura), Luciana Azevedo (Fundarpe), Djalma Costa (AOL), Luiz Maranhão Filho e Antônio Campos (Instituto Maximiano Campos). Às 20h30 ainda acontece um recital do violonista Cláudio Almeida.

Na sexta-feira, dia seis, o FLIG prossegue com a seguinte programação: Às 9h palestra sobre Literatura e Regionalismo, por Olímpio Bonald Neto; 9h20 - A Nova Poesia de Pernambuco, com Fábio Andrade; 9h40 - Som e Sentido da Poesia, por Lourival Holanda; 10h - Poesia: Inútil e Necessária, por Vital Correa; 10h20 - A Força das Águas na Poesia Nordestina, por Lourdes Sarmento; 10h40 - O Trabalho do Tradutor no Brasil, com Milton Lins; 14h - Mesa Redonda: Literatura, Mídia, Editoração, Internet: o que está acontecendo? Participam os escritores e jornalistas Raimundo Carrero, Schneider Carpeggiane, Valdir Oliveira, Homero Fonseca e Luiz Maranhão Filho; 15h40 - A Bala e a Mitra, novos tempos e verdades antigas, por Ana Maria César
16h - lançamento de livros nos estandes das editoras CEPE, Bagaço, Saraiva, Descubra (GO), Sesc e Academia Pernambucana de Letras. Encerramento da noite às 20h, com apresentação do poeta Marcus Accioly e das irmãs violeiras-repentistas Mocinha e Santinha.
Sábado, dia sete, começa com Mesa Redonda com poetas e escritores de Garanhuns. Participam João Marques, Paulo Gervais, Nivaldo Tenório, Jesus Campelo, Mário Rodrigues, Ivonete Batista e Manoel Hélio. Os debates acontecem a partir das 9h. Já às 10h20, palestra sobre Ficção e Realidade, com Alexandre Santos. O Centenário do Frevo será o tema seguinte, às 10h40, por Roberto Benjamim. Às 11h, Intercâmbio Cultura na Região, por Waldênio Porto. O médico e escritor Amaury de Medeiros falará sobre a força da terra na produção literáia, às 11h20. Um dos destaques da programação do sábado será a Aula-Espetáculo de Ariano Suassuna, marcada para às 14. Depois ainda teremos apresentação de bacamarteiros de Garanhuns e Caruaru, com 80 tiros representando os 80 anos de Ariano, isso às 18h. No final, a partir das 20h, apresentação de artistas de Garanhuns, seguindo-se uma serenata em homenagem a Augusto Calheiros, com a participação de Gilvandro Paiva, da Rádio Universitária do Recife.

O Festival Literário de Garanhuns encerra no domingo, dia oito, com passeio pelos recantos turísticos do município, oficina para crianças, contação de histórias e declamações livres, a partir das 9h. Ao meio-dia, almoço de encerramento, quando haverá a entrega de medalhas e prêmios aos homenageados: Ariano Suassuna, Mário Marcio de Almeida Santos, Marcos Vilaça, Dilton da Conti e escritores de Alagoas, representados pela acadêmica Petrúcia Camelo.

O FLIG é um evento promovido pela Prefeitura de Garanhuns e Academia de Letras da cidade, com apoio do Governo do Estado, CEPE, Chesf, UBE-PE, Conselho Estadual de Cultura, Academia Olindense e Academia Pernambucana de Letras. Integram a Comissão Organizadora a escritora Luzilá Gonçalves, Waldênio Porto, João Marques, Vital Correa, Alexandre Santos, Lucilo Varejão, Olímpio Bonald Neto e Manoel Neto Texeira.