Garanhuns, 2 de junho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
OPINIÃO
 

OS 23 ANOS DA FM SETE COLINAS

José Rodrigues


Na madrugada, 12 de maio de 1984, nascia nos braços do Empresário Luciano Zacarias, uma nova Estação de Rádio de Freqüência Modulada, chamada Sete Colinas. A Rádio F. M. Sete Colinas teve como seu primeiro proprietário o cidadão já mencionado, recebendo dele uma profícua administração, a partir da construção do prédio, até a emissão dos primeiros acordes, que como um rosário musical, encheu os ouvidos dos milhares de nordestinos, sedentos de músicas, notícias e informações.

Luciano Zacarias foi o proprietário da Emissora, durante cinco anos e a partir daí, assumiu o novo proprietário, Ivo Tino do Amaral, que se encontra à frente da emissora, há 18 anos. Ivo Amaral exerce o cargo de Diretor Presidente e sua esposa, Dª. Edgenalva Amaral, ocupa a função de Diretora Gerente. O primeiro gerente da emissora foi o radialista Rossine Moura. A operadora Maria Sobral do Nascimento exerce o cargo desde a inauguração, até o presente momento. Jonas Lira é gerente de programação, Cláudia Amaral é gerente comercial e Roberto Almeida é editor de Jornalismo.

No último dia 12 de maio a emissora completou 23 anos de existência, todos eles a serviço da informação, divulgação, formação e expansão cultural, principalmente através da música. Sem subterfúgio e sem sensacionalismo estamos juntos, nós, a rádio e o povo da região. A Rádio teve como berço o cume de uma das mais lindas colinas de Garanhuns, o Ipiranga, símbolo, também da Independência do Brasil.

A Madrugada d´áquele dia estava friorenta e a chuva fina roçava sobre as faces lindas de todas as pessoas que ali se encontravam para ouvir os primeiros acordes espargidos por todo o Nordeste Brasileiro.

Autoridades Civis, Militares e Religiosas se envolveram por uma infinidade de pétalas de rosas retiradas dos mais lindos jardins de Garanhuns, e as jovens pulavam e dançavam, durante o festival de inauguração da emissora, já à tarde do mesmo dia 12 de maio.

A Rádio F. M. Sete Colinas é a primeira do Interior do Estado, na sua freqüência e aqui neste modesto trabalho, aparece como se fosse uma pessoa. Ela é produto emanado de dois cidadãos que amam de coração esta cidade, e tudo fazem para que ela possa chegar ao píncaro da glória. São eles: Luciano Zacarias e Ivo Amaral.

A Rádio FM Sete Colinas faz parte do gênio cultural dos intelectuais Garanhuenses Artur Brasiliense Maia, Luiz Corrêa Brasil, Ruber Van Der Lindem, Luiz Jardim, Alfredo Leite Cavalcanti, Tomaz Maia, e tantos outros, que deram tudo de si, para que Garanhuns chegasse ao alto da glória, e ser a jóia prima da Cultura Nordestina.

Tudo o que a Rádio F. M. Sete Colinas faz hoje, através dos seus potentes microfones, os poetas fazem, hoje e fizeram em tempos idos, através das suas exuberantes culturas, e das bonitas vozes, acompanhados dos plangentes violões. Desejamos aos que mourejam, no dia-a-dia, fazendo músicas e levando as notícias aos mais distantes recantos do Nordeste e Pernambuco, os nossos cumprimentos e a certeza que outras datas serão comemoradas de PARABÉNS a todos os garanhuenses.

Na madrugada, 12 de maio de 1984, nascia nos braços do Empresário Luciano Zacarias, uma nova Estação de Rádio de Freqüência Modulada, chamada Sete Colinas. A Rádio F. M. Sete Colinas teve como seu primeiro proprietário o cidadão já mencionado, recebendo dele uma profícua administração, a partir da construção do prédio, até a emissão dos primeiros acordes, que como um rosário musical, encheu os ouvidos dos milhares de nordestinos, sedentos de músicas, notícias e informações.

Luciano Zacarias foi o proprietário da Emissora, durante cinco anos e a partir daí, assumiu o novo proprietário, Ivo Tino do Amaral, que se encontra à frente da emissora, há 18 anos. Ivo Amaral exerce o cargo de Diretor Presidente e sua esposa, Dª. Edgenalva Amaral, ocupa a função de Diretora Gerente. O primeiro gerente da emissora foi o radialista Rossine Moura. A operadora Maria Sobral do Nascimento exerce o cargo desde a inauguração, até o presente momento. Jonas Lira é gerente de programação, Cláudia Amaral é gerente comercial e Roberto Almeida é editor de Jornalismo.

No último dia 12 de maio a emissora completou 23 anos de existência, todos eles a serviço da informação, divulgação, formação e expansão cultural, principalmente através da música. Sem subterfúgio e sem sensacionalismo estamos juntos, nós, a rádio e o povo da região. A Rádio teve como berço o cume de uma das mais lindas colinas de Garanhuns, o Ipiranga, símbolo, também da Independência do Brasil.

A Madrugada d´áquele dia estava friorenta e a chuva fina roçava sobre as faces lindas de todas as pessoas que ali se encontravam para ouvir os primeiros acordes espargidos por todo o Nordeste Brasileiro.

Autoridades Civis, Militares e Religiosas se envolveram por uma infinidade de pétalas de rosas retiradas dos mais lindos jardins de Garanhuns, e as jovens pulavam e dançavam, durante o festival de inauguração da emissora, já à tarde do mesmo dia 12 de maio.

A Rádio F. M. Sete Colinas é a primeira do Interior do Estado, na sua freqüência e aqui neste modesto trabalho, aparece como se fosse uma pessoa. Ela é produto emanado de dois cidadãos que amam de coração esta cidade, e tudo fazem para que ela possa chegar ao píncaro da glória. São eles: Luciano Zacarias e Ivo Amaral.

A Rádio FM Sete Colinas faz parte do gênio cultural dos intelectuais Garanhuenses Artur Brasiliense Maia, Luiz Corrêa Brasil, Ruber Van Der Lindem, Luiz Jardim, Alfredo Leite Cavalcanti, Tomaz Maia, e tantos outros, que deram tudo de si, para que Garanhuns chegasse ao alto da glória, e ser a jóia prima da Cultura Nordestina.

Tudo o que a Rádio F. M. Sete Colinas faz hoje, através dos seus potentes microfones, os poetas fazem, hoje e fizeram em tempos idos, através das suas exuberantes culturas, e das bonitas vozes, acompanhados dos plangentes violões. Desejamos aos que mourejam, no dia-a-dia, fazendo músicas e levando as notícias aos mais distantes recantos do Nordeste e Pernambuco, os nossos cumprimentos e a certeza que outras datas serão comemoradas de PARABÉNS a todos os garanhuenses.