Garanhuns, 2 de junho de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CULTURA
 

Garanhuns participa de encontro sobre cultura

O músico Paulo Ferreira, da Sociedade dos Artistas de Garanhuns, acompanhado de José Oliveira, do Boi da Macuca, participam neste final de semana, no Recife Plaza Hotel, na capital pernambucana, do 1º Encontro dos Pontos de Cultura de Pernambuco. Participam do evento, na sexta, dia 1, e sábado, dia 2, um total de 34 entidades beneficiadas pelo Programa Cultura Viva, do Ministério da Cultura.

O objetivo do encontro, do qual participam os garanhuenses, que tiveram um Ponto de Cultura aprovado pelo Ministério da Cultura, gerar uma maior articulação entre os vários pontos espalhados pelo Estado, além de criar uma rede permanente de discussões. Criado pelo ministro Gilberto Gil, o programa de incentivo à cultura regional, através de pontos em diversas partes do país, foi um dos destaques da primeira getão de Lula.

Na opinião da presidente da Fundarpe, Luciana Azevedo, o fortalecimento dos pontos provoca uma agitação cultural nas comunidades, fazendo com que seus membros se insiram em processos de criação artística. "O fomento da produção da cultura de raiz é que garante a produção de novas cenas das mais diversas linguagens", afirmou Luciana.

O encontro no Recife servirá também para avaliar os avanços e dificuldades enfrentadas pelos integrantes de cada ponto. A dirigente da Fundarpe observa que há uma grande concentração desses pontos na Região Metropolitana da capital e por isso defende a interiorização cada vez maior do projeto. "Somente quatro dessas entidades estão fora da RMR. Queremos mais grupos se inscrevendo, principalmente no interior", enfatizou Luciana Azevedo.

CULTURA VIVA - Durante o 1º Encontro dos Pontos de Cultura de Pernambuco, o secretário de Projetos e Programas Culturais do Minc, Célio Turino, lançará oficialmente o edital da segunda edição do Prêmio Cultura Viva, que dá reconhecimento a entidades e artistas com grandes contribuições para a cultura local. Serão distribuídos R$ 360 mil em premiações para as seis categorias existentes. As inscrições foram prorrogadas até o dia seis de julho e podem ser feitas nos vários Pontos de Cultura do Estado ou no site do Minc.

O Prêmio Cultura Viva é uma iniciativa do Ministério da Cultura (Minc) dirigidfa às práticas culturais e educativas que envolvam o campo das artes, do patrimônio cultural e da comunicação cultural, desenvolvidas pela comunidade. Serão premiadas iniciativas de organizações e de grupos de indivíduos (ainda não organizados sob a forma de pessoa jurídica), desenvolvidas de forma continuada, que tenham sido iniciadas até 30 de junho de 2006.

Podem se inscrever escolas públicas de ensino médio, fundação e instituição empresarial, gestor público, grupo informal, organização da sociedade civil e ponto de cultura. As inscrições podem ser feitas no site do Minc: www.cultura.gov.br, até o dia seis deste mês. Os prêmios: 1º lugar - R$ 30 mil; 2º lugar - 20 mil; 3º lugar - R$ 10 mil.