Garanhuns, 21 de abril de 2007
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Garanhuns vai ganhar um hospital municipal

Nem só do Hospital Dom Moura vive a saúde em Garanhuns. Ainda este ano, além da Faculdade de Medicina, a cidade deve ganhar um Hospital Municipal, que irá funcionar na antiga Casa de Saúde Santa Terezinha, ao lado do Parque Euclides Dourado, em Heliópolis. A nova unidade terá inicialmente 28 leitos, capacidade para 119 internamentos mensais e credenciamento junto ao SUS.

Posteriormente, o Hospital Municipal de Garanhuns ampliará o número de leitos para 34. Dos 28 iniciais, 12 serão reservados à clínica obstétrica, 12 para clínica cirúrgica e quatro para clínica médica. Outro serviço que a unidade de saúde pretende oferecer é o pronto atendimento na área de obstetrícia. "O plantão de urgência e emergência será apenas de obstetrícia e conseqüentemente de anestesia. Estaremos atendendo à demanda espontânea, oferecendo aquilo que for de nossa competência", explicou o secretário de Saúde do Município, Dimas Carvalho.

Ele informou também que os atendimentos de cirurgia serão realizados de forma eletiva, ou seja, pré-marcados. Os próprios médicos que prestam serviços ao município irão determinar as datas das intervenções cirúrgicas, com operações de vesículas, próstata, hérnia, apêndice, entre outras. "Infelizmente nós não teremos estrutura para atender cirurgias de emergência nos casos de ferimentos com armas de fogo, arma branca ou ferimentos em geral", avisou o Dr. Dimas.

A prefeitura já está com os trabalhos de adaptação da Casa de Saúde Santa Terezinha em ritmo avançado e os procedimentos legais para a implantação do hospital estão em fase de conclusão. "Conseguimos a aprovação da lei que cria o Hospital Municipal como unidade orçamentária e estamos esperando apenas a abertura da conta para que possamos fazer o cadastro definitivo junto à Secretaria de Saúde do Estado", antecipou Dimas Carvalho.