Garanhuns, 3 de setembro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
GERAL
 

Câncer raro acomete Adilson Araújo

Figura bastante conhecida e querida nos meios educacional e político de Garanhuns e região, o professor Adilson Araújo encontra-se vitimado por uma espécie rara de câncer. A doença já tirou-lhe a visão total do olho direito e parcial do olho esquerdo, por isso o profissional de ensino precisa ser submetido urgentemente a uma cirurgia em São Paulo. O único hospital do Brasil habilitado para o tratamento é particular e não trabalha através do Sistema Único de Saúde, SUS.

Assim, o professor Adilson Araújo necessita de R$ 18 mil reais só para a cirurgia e como não dispõe de meios financeiros para viajar e se operar está buscando a solidariedade dos companheiros de profissão, do poder público, dos amigos e dos garanhuenses em geral. Ele já esteve, inclusive, em emissoras de rádio da cidade falando sobre o seu problema e pedindo objetivamente as pessoas que o ajudem.

Quem puder colaborar no tratamento da doença do professor Adilson, pode fazer uma contribuição em dinheiro (qualquer quantia) na conta 00135755-2, agência 0052, Caixa Econômica Federal/Garanhuns. "A solidariedade humana é importante e neste instante só temos de agradecer", disse o professor.

Depois que tomaram conhecimento do problema sofrido pelo profissional de ensino, o prefeito Luiz Carlos (PMDB) e a deputado Aurora Cristina, do mesmo partido, procuraram o professor, se solidarizaram com ele e se comprometaram a ajudar no que for possível.