Garanhuns, 3 de setembro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Obra provoca interdição de trecho da BR-232

A BR-232 foi interditada, no dia 25.08 num trecho de dois quilômetros próximo ao viaduto de Caruaru, por causa da detonação de explosivos para o desmonte de rochas. O tráfego será desviado para a BR-104, seguindo pelo Alto do Moura.

O objetivo é liberar terreno para a obra de duplicação da rodovia, que vem sendo executada entre Caruaru e São Caetano. O volume do desmonte será de 3.500 metros cúbicos de rocha. Cerca de 200 famílias que residem na área serão retiradas para um local seguro, retornando às casas depois da liberação do trecho.

Na semana passada, operação idêntica foi realizada na mesma área, com duração de duas horas e meia. Os engenheiros da obra calculam que a interdição de hoje terá a mesma duração e, a exemplo do que ocorreu na semana passada, não deve haver grandes transtornos na fluidez do tráfego.

A obra de duplicação e restauração da BR-232, entre Caruaru e São Caetano, com 19,8 quilômetros, está sendo executada pela empresa Andrade Gutierrez. Foi iniciada em julho do ano passado e deve estar concluída no início do segundo semestre de 2006. A média diária de veículos entre Caruaru e São Caetano é de 10 mil.