Garanhuns, 3 de setembro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Detran-PE é modelo para emprego de portadores

O Detran-PE comemora o fato de ser uma empresa modelo em relação à legislação para portadores de deficiência. A legislação brasileira estabelece que empresas com mais de 100 funcionários devem destinar cerca de 2 a 5% do total de vagas a portadores de deficiência física. Atualmente, o Detran-PE emprega 80 pessoas desse tipo, número que representa 8% do total de seus funcionários. Além de um convênio com quatro associações que possibilita que 24 deficientes prestem serviço no teleatendimento, 56 outros passaram a fazer parte do quadro da casa este ano por ocasião do concurso público. Figura no quadro da empresa a atleta campeã paraolímpica Sueli Guimarães.

A empresa também cumpre plenamente a lei 10.098, que determina normas de acessibilidade das pessoas portadoras de deficiência. A empresa extinguiu todos os degraus existentes no nível térreo com a elevação do piso e a instalação de 10 (dez) rampas com corrimões dentro das normas exigidas.

De acordo com a legislação federal de acessibilidade, os prédios públicos devem destinar 2% das vagas de estacionamento (hoje são disponibilizadas duas vagas) a portadores de deficiência, garantir ao menos um banheiro adaptado (atualmente há quatro deles na empresa) e rampas próximas aos acessos do prédio. No interior, reformas gradativas feitas nos mais de 70 pontos de atendimento já garantiram o cumprimento à legislação de acessibilidade em pelo menos 80% dos pontos de atendimento.