Garanhuns, 30 de julho de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Programa ajuda municípios a melhorar de serviços

Para fortalecer a implementação de um novo modelo de gestão, centrado na participação e no empreendedorismo, a Agência Estadual de Planejamento e Pesquisas de Pernambuco - Condepe/Fidem, promove uma capacitação para agentes de vinte municípios pernambucanos. Participarão da iniciativa diversos prefeitos, vereadores, secretários e servidores, além de representantes da sociedade civil organizada. A primeira oficina de trabalho foi realizada na última segunda-feira, no município de Ibimirim, no Sertão do Moxotó.

Serão beneficiados com o trabalho, que faz parte do Programa Governo nos Municípios, os 11 municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do Estado (Ibimirim, Inajá, Manari, Águas Belas, Iati, Itaíba, Tupanatinga, Caetés, Paranatama, Saloá e Terezinha), além de Caruaru, Toritama, Santa Cruz do Capibaribe e Taquaritinga do Norte, que integram o Plano Rota da Moda; e Bonito, Camocim de São Felix, Barra de Guabiraba e São Joaquim do Monte, incluídos no projeto Municípios Saudáveis no Nordeste do Brasil.

Segundo a presidente da Agência Condepe/Fidem, Sheilla Pincovsky, de um lado a gestão pública municipal atravessa um quadro de crise fiscal, escassez de recursos e ampliação de responsabilidades, enquanto a sociedade exige mais eficiência na prestação de serviços e atendimento às necessidades comuns dos cidadãos. "Esse treinamento objetiva dar equilíbrio entre essa oferta e demanda municipal, mostrando como planejar melhor o município".

A capacitação objetiva ainda promover o desenvolvimento sustentável do município e garantir o acesso da maioria da população aos bens e serviços comuns.

A Agência Condepe/Fidem tem como parceria nesta capacitação o Projeto Renascer, o Tribunal de Contas, o Ministério Público, o Instituto de Apoio à Universidade de Pernambuco e as prefeituras municipais.

A capacitação será desenvolvida em dois módulos (teórico e prático). A primeira etapa prevê a realização de seminários. Em um segundo módulo, haverá aulas expositivas e oficinas de trabalho com a participação de secretarias e órgãos setoriais do Governo do Estado.