Garanhuns, 16 de julho de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Arte de estudantes é exposta no FIG

O talento observado nos rabiscos coloridos dos desenhos feitos em papel, na pintura da tela convencional, em tecidos, capacetes de motociclistas e em azulejos, será tema de uma exposição no Colégio Santa Sofia, em Garanhuns, no Agreste. A mostra reuniu 44 obras de 17 alunos de escolas estaduais do Recife, Arcoverde, Cachoeirinha, São Caetano, Riacho das Almas e Garanhuns. A iniciativa, que fez parte da programação do 15º Festival de Inverno, numa promoção da Secretaria de Educação e Cultura e da Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco, através do Projeto Incubadoras Culturais.

Durante a exposição se apresentaram, no Parque Euclides Dourado, e no palco instrumental - no Parque Ruber Van Der Linder - mais de 150 alunos inscritos no projeto, entre eles, seis grupos de dança e três de música. Os estudantes também vão participar das oficinas de literatura, música, teatro e artes plásticas.

Para poder participar das apresentações do festival, os alunos foram acompanhados durante dois meses pela equipe do Projeto Incubadoras Culturais. "As escolas estaduais são verdadeiros celeiros de valores artísticos, sendo assim incubadoras culturais em potencial. Acredito que a exposição é uma demonstração da criatividade e do talento destes nossos artistas", disse a coordenadora do projeto, Christianne Galdino. Segundo ela, este é um exercício para a imaginação e a sensibilidade. "Além disso, é um passeio pelo universo onde o real e a fantasia se misturam numa brincadeira de cores e formas".