Garanhuns, 2 de julho de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Prefeitura oferece saúde de qualidade

Prestar um serviço de saúde de qualidade à população de Garanhuns. Esse é um dos principais objetivos do governo Luiz Carlos de Oliveira, que vem disponibilizando através da secretaria de Saúde as condições necessárias para que os populares que buscam atendimento nos postos de saúde e no Núcleo de Assistência a Saúde de Garanhuns (NASG), sejam bem atendidos e obtenham êxito em seu tratamento.

Atualmente a prefeitura disponibiliza uma assistência médica de qualidade, seja preventiva ou curativa, nas 22 unidades do Programa de Saúde da Família instaladas em pontos estratégicos do Município, que aliadas as 6 unidades do Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e tendo como pólo principal o NASG, oferece consultas nas especialidades de Clínica Médica, Pediatria, Ginecologia, Obstetrícia, Cardiologia, Neurologia, Dermatologia, Otorrinolaringologia, Pneumologia, Fonoaudiologia, Psiquiatria, exames laboratoriais e preventivos, consultas odontológicas (extrações e obturações, entre outros) - e procedimentos de enfermagem, como curativos e aplicação de injeções, entre outros benefícios. A secretaria de Saúde também leva à população os serviços de Pré-natal, Prevenção de Câncer do Colo de Útero, DST, Hipertensão, Diabetes, Hanseníase e Tuberculose, contemplando de forma significativa as comunidades beneficiadas. "Também atendemos através de convênios nas especialidades de Oftalmologia, Gastroenterologia e Mastologia, além de oferecermos ultrassonografias, Raios X e exames neurológicos, cardiológicos e laboratoriais", complementa o secretário Dimas Carvalho.

Diante do número de habitantes da cidade que possui oficialmente 117 mil habitantes a estratégia do PSF é difícil de ser implantada em sua totalidade, no entanto, a cidade também é contemplada pelo Programa de Expansão Saúde da Família, que prevê que o Município atinja 70% de cobertura de atendimento através da estrutura de PSF até 2007, todavia o secretário de Saúde é mais otimista. "Atendemos a população através de 22 equipes do Programa de Saúde da Família e mais 13 equipes de saúde bucal. Isso significa uma cobertura de 50,3% da população e esperamos que em 2007 estejamos contemplando 80% da população com esses serviços", registra o titular da pasta de saúde. Para que se tenha uma noção dos avanços estimados pelo Governo, basta lembrar que o atual percentual de cobertura foi atingido durante os últimos 12 anos.

Além de atender diariamente através dos PSFs e do NASG, a prefeitura ainda viabiliza o serviço de Testagem e Aconselhamento (CTA), promovendo mais de 2.500 atendimentos nestes primeiros cinco meses do ano. Já na área de Vigilância Sanitária a secretaria de Saúde desenvolve fiscalizações, notificações e expedição de licenças, entre outros serviços. E no segmento de Controle Ambiental são implementadas ações educativas, de controle e prevenção das doenças transmitidas por animais, tudo para proporcionar mais segurança e a saúde preventiva à população. (Secretaria de Comunicação).