Garanhuns, 18 de junho de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
GERAL
 

Glácio Dória deixa Marano

No ano em que completou 30 anos de atividade como comunicador, o radialista Glácio Dória foi demitido da Rádio Marano, na última quarta-feira, por decisão da diretoria da emissora. O profissional ainda não sabe seu destino e confessou ter ficado surpreso com a forma como foi afastado, depois de quase 15 anos de casa. O horário da manhã na Marano, a partir de agora, fica exclusivamente sob o comando de Marcos Cardoso, que apresentará sozinho inclusive o noticiário das 7 às 8 horas.

Antes de Glácio Dória, a Marano já havia dispensado, o ano passado, o radialista Edson Miranda, outro profissional de valor reconhecido na cidade. Este último passou a cuidar mais do seu estúdio e está trabalhando como assessor da prefeitura de Canhotinho. É possível que Glácio siga o mesmo caminho, passando a se dedicar mais a sua empresa, Dória Produções, responsável pela contratação de bandas e trios que abrilhantam festas por todo o Agreste Meridional.

O radialista, contudo, não descarta a possibilidade de trabalhar em outra emissora da cidade, uma vez que é um comunicador que tem bom trânsito em todas as rádios, já tendo inclusive atuado na FM Sete Colinas, Meridional, Jornal e veículos de Maceió, Caruaru e Palmeira dos Índios.

Caso a Marano não contrate alguém para ocupar a vaga de Glácio Dória, ficará com o quadro de comunicadores bastante reduzido. Além de Marcos Cardoso, trabalham na emissora os radialistas Tony Duran, Dalton Monteiro e o repórter Thiago Correia.