Garanhuns, 4 de junho de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Escola do Senai em Garanhuns será inaugurada em Agosto

Um forte estímulo para o desenvolvimento econômico do Agreste pernabucano. Assim pode ser definida a mais nova unidade do Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai), instalada em Garanhuns. A escola, orçada em R$ 1,9 milhão, está prevista para ser inaugurada em agosto. Cinco modalidades, todas escolhidas pela sociedade, já foram definidas: Alimentos, Construção Civil, Confecções, Metalmencânica e Gestão Empresarial. A escola terá três salas de aula, espaço para seis laboratórios, oficinas, auditório, recepção e galpão para abrigar até duas unidades móveis.

Segundo o presidente da Confederação Nacional da Indústria (CNI), Armando Monteiro Neto, "a mão-de-obra qualificada, aliada aos investimentos necessários em infra-estrutura, são a base para o desenvolvimento da região". Monteiro Neto, que também preside o Conselho Nacional do Senai, salienta que o problema do desemprego em todo o País é agravado com a falta de investimentos na capacitação profissional da população. Por isso, não só Garanhuns, como também os municípios de Caruaru e Santa Cruz do Capibaribe, vêm sendo beneficiados com as unidades do Senai.

Em Caruaru, foi assinado recentemente, por Monteiro Neto, o convênio para ampliação da unidade. As obras, orçadas em R$ 3 milhões, ficarão prontas em agosto. A unidade passará a contar com novos laboratórios de hidráulica, informática, mecânica e eletropneumática, oficina de costura e auditório com capacidade para 150 pessoas. Entre os novos cursos, estão os técnicos de Vestuário para Adulto, ainda este ano, e Design de Moda para Adultos, para 2006. Além das melhorias em infra-estrutura, o número de turmas está sendo ampliado de nove para 13.

O setor de confecções está sendo especialmente beneficiado com esta ampliação. Do montante investido, R$ 1,5 milhão estão sendo destinados para instalações nesta área. Isso significa a duplicação do atendimento aos empreendimentos do Pólo de Confecção do Agreste que além de Caruaru, envolve as cidades de Toritama e Santa Cruz do Capibaribe. Atualmente, o Senai de Caruaru realiza consultoria na área de Processo Produtivo a 15 empresas. O trabalho envolve reorganização de layout, tempos e movimentos e ganhos de produtividade.

No Senai de Santa Cruz, foram aplicados, ano passado, cerca de R$ 400 mil, quando esta unidade prestou consultoria a 15 empresas na área de Produção e Qualidade. Em média, os resultados alcançados em termos de aumento de produtividade chegaram a 30%, houve uma redução de 40% no desperdício e elevação de 30% no faturamento. O presidente da CNI salienta que o problema do desemprego no País é agravado com a falta de investimentos na capacitação profissional da população.