Garanhuns, 23 de abril de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Nenen já pensa disputar eleição em Jucati

Reeleito em outubro do ano passado e com menos de quatro meses do seu segundo governo, o prefeito de Capoeiras, Maurílio Rodolfo (Nenen), já está planejando disputar a prefeitura de Jucati, na eleição de 2008. A informação sobre as pretensões do pefelista foram dadas ao Correio Sete Colinas pelo próprio governante, que está articulando com a oposição do município vizinho (Jucati faz fronteira com Capoeiras) sua possível candidatura.

Como prefeito de Capoeiras, Nenen já vem dando assistência a muitos moradores de Jucati, principalmente na região do povoado Alegre, que fica a apenas seis quilômetros da sede do município administrado por Sheila Melo. Esta, por sinal, não seria a adversária de Maurílio Rodolfo na eleição municipal e sim o ex-prefeito Gerson, que também articula a sua volta ao poder. "Hoje a situação é favorável aos que estão no poder, mas se toda a oposição se unir em torno do meu nome poderemos mudar esse quadro", acredita Nenen.

O dirigente político capoeirense raciocina que a oposição em Jucati tem 2.500 votos cristalizados, que migrariam para sua candidatura, caso ela fosse consolidada. Assim, ele disputaria a prefeitura tentando conquistar um pouco mais de mil votos que poderiam assegurar a sua vitória. "O colégio eleitoral de Jucati é pequeno e com um trabalho bem feito poderemos vencer a eleição", imagina Maurílio.

Nos últimos 12 anos, Nenen disputou três vezes a eleição de prefeito de Capoeiras, depois de um mandato modesto como vereador. Em 1996, perdeu para Aluízio Cabral, por uma diferença de pouco mais de 200 votos. Quatro anos depois, em 2000, venceu Fátima Vieira, irmã do ex-deputado Carlos Batata, com 1.300 votos de frente. O ano passado, enfrentou o empresário Luís Claudino de Souza (Dudu), que liderou as pesquisas de intenção de voto até a reta final do pleito. Maurílio Rodolfo acabou ganhando a eleição no dia, num pleito em que até ele chegou a admitir a derrota. A diferença foi de apenas 192 votos.

De olho na prefeitura de Jucati, Maurílio Rodolfo não sabe ao certo ainda quem será seu candidato em Capoeiras no pleito de 2008. O nome de sua preferência é o de sua noiva, Neide Reino (filha do ex-prefeito Manoel Reino, já falecido), mas ela mesmo, segundo confessa o pefelista, não demonstra muita disposição para disputar a eleição. Outros nomes do grupo são considerados eleitoralmente frágeis. "Além disso, há o desgaste do poder. Estou há 12 anos disputando eleições em Capoeiras", confidenciou.

Indagado se poderia haver um entendimento entre ele e Dudu, seu adversário no pleito passado, o prefeito não descartou a hipótese. "Eu nunca falei mal dele. Eu só não quero conversa com o ex-deputado Carlos Batata. Com esse aí eu não vou me unir de jeito nenhum", disse Nenen. O ex-parlamentar e adversário do prefeito capoeirense está próximo de assumir o mandato de deputado federal, por conta de problemas de saúde de Ricardo Fiúza e deve se filiar ao PFL, integrando o grupo do vice-governador Mendonça Filho.