Garanhuns, 9 de abril de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Fundac consegue unir Izaías e Aurora

A ampliação do prédio da Fundac em Garanhuns conseguiu unificar pela primeira vez as posições políticas dos deputados estaduais Izaías Régis (PTB) e Aurora Cristina (PMDB). Tanto o petebista quanto a peemedebista condenaram, em pronunciamentos na Assembléia Legislativa, a ampliação da fundação que cuida de menores infratores aqui na cidade.

Izaías partiu na frente e através das emissoras de rádio locais criticou o Governo do Estado pela iniciativa, alertando a sociedade para o risco da sede da Fundac na cidade se transformar numa espécie de presídio, que importaria criminosos de outros centros urbanos, inclusive da região metropoliana. Esta semana, na Assembléia, Aurora Cristina, mesmo sendo da base do governo Jarbas, também se posicionou contra o trabalho da administração estadual.

DANIEL - O assunto foi parar na Câmara Municipal e o vereador Daniel Silva, do PTB, também criticou a ampliação da Fundac em Garanhuns. Segundo ele o Governo deixa a desejar no trabalho que desenvolve no Hospital Dom Moura, as escolas estaduais da cidade, como a Dom João da Mata Amaral, estão há anos em reformas que não terminam, mas não falta dinheiro para investir em presídios. "Primeiro foi a penitenciária feminina da Várzea, implantada na calada da noite, e agora vem essa transformação a Fundac, que poderá atrair mal feitores para o município. Não podemos aceitar isso", afirmou Daniel que apresentou requerimento no Legislativo solicitando que Jarbas Vasconcelos desista de fazer a ampliação da unidade da fundação no município.