Garanhuns, 26 de março de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
GERAL
 

Lajedo terá praça de alimentação

A prefeitura de Lajedo deve terminar até o mês de maio, antes da Lajefolia, a construção da Praça da Alimentação, que já está sendo feita na Praça 19 de maio, nas proximidades do centro da cidade. O complexo é formado por quatro módulos, cada um deles integrado por quatro quiosques, que abrigarão bares, restaurantes, lanchonetes e sorveterias. "Tudo será uniformizado e higiênico, pois queremos que seja prestado um bom serviço a nossa população", disse o prefeito Rômulo Maia, ao comentar a obra que está sendo concluída.

Conforme o próprio Dr. Rômulo, a Praça da Alimentação está sendo feita numa continuidade da administração do prefeito Antônio João Dourado. O atual governante da cidade deixa claro que todos os projetos importantes da gestão passada serão levados adiante, como é o caso do Colégio Municipal que está sendo construído com recursos próprios. "É uma obra grande, mas que também estará terminada ainda este ano", complementa o dirigente lajedense, prevendo que em 2006 a escola já estará em pleno funcionamento.

Ao mesmo tempo que realiza essas ações no centro urbano, o prefeito se preocupa com a zona rural, onde os moradores reivindicam melhorias nas estradas e ampliação do abastecimento d´água. Segundo o prefeito, as rodovias que ligam o campo à cidade serão recuperadas, novas barragens vão ser construídas e será feita uma "reestruturação de açudes antigos que estão em mal uso".

Dr. Rômulo tem dado ainda uma atenção especial à limpeza pública da área urbana de Lajedo, tanto que idealizou um mutirão para intensificar a coleta de lixo. Por conta disso a prefeitura contratou mais 20 trabalhadores, que estão se dedicando exclusivamente a esse trabalho batizado de mutirão de limpeza. "Estamos também dando continuidade a uma grande obra social e humanitária no município que é a construção do aterro sanitário. É uma obra de valor social e ambiental enorme', assinala o prefeito.

O próprio Rômulo Maia reconhece que a situação do abastecimento d´água da zona urbana de Lajedo hoje é crítico, com muito sofrimento por parte da população. Recentemente, o prefeito esteve com o governador Jarbas Vasconcelos, juntamente com o deputado estadual Marcantônio Dourado, reivindicando a construção de uma adutora que poderá solucionar o problema dos moradores da cidade. "A falta d´água penaliza a população de modo geral, nos afazeres básicos, e prejudica também muito a indústria e o comércio local", lamentou o dirigente do município vizinho.