Garanhuns, 12 de março de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

REPÓRTER DA CIDADE

Marcos Cardoso


POSSE DA CODEAM - A posse da nova diretoria da CODEAM, ocorrida na noite do último dia quatro, foi um daqueles momentos imperdíveis para quem gosta de anotar palavras e frases erradas proferidas pelos políticos. Anotamos algumas para deleite de nossos leitores, mas peço permissão para não revelar seus autores.
- Um dos componentes da mesa, ao discursar, disse que o momento era da mais alta REVELANCIA.
- Em outro momento dos discursos, analisando a situação de seca que afeta nordestinos e sulistas, disse: QUEM SÃO OS FORTES? SOMOS NÓS, OU SOMOS ELES?
- Teve ainda um político que trocou Agreste Meridional por NORDESTE MERIDIONAL; e outro que afirmou, categoricamente, que PARA SE ACHAR UM PROBLEMA É PRECISO IR BEM DENTRO DO PROBLEMA.


COMPESA - O ex-vereador de Garanhuns, Pedro Leite Cavalcante, tem denunciado nas emissoras de rádio, a falta d'água no cemitério São Miguel, o maior da cidade. O problema é que a Compesa não está abastecendo nem as casas dos vivos, quanto mais dos mortos. De qualquer maneira é justa, é mais do que justa, é justíssima a reivindicação do ex-vereador.


CELPE - Foi embora o tempo em que a Companhia de Eletricidade de Pernambuco era exemplo de empresa eficiente no atendimento aos reclamos da população. Há mais de um ano, moradores da Rua Sandra Bréa, às margens da BR 423, esperam pela instalação de um poste naquela rua. Os prejudicados estão dispostos a comprar o poste para colocar no local, mas a Celpe nem permite que eles comprem, nem instala um dos seus. O descaso é tão grande que deve ser apresentado ao Ministério Público.


AV. SANTO ANTONIO - É preciso que as autoridades sanitárias de Garanhuns, ou outra qualquer, tomem providências no sentido de retirar da Av. Santo Antonio pessoas que passam o dia mostrando ferimentos horríveis nas pernas, barriga e cabeça, na busca de sensibilizar quem passa e assim ganhar uma esmola. Acontece que isso está virando meio de vida, pois os doentes e seus parentes se negam a procurar um serviço médico, enquanto que a população fica obrigada a ver pelas calçadas, feridas abertas, tumores e toda sorte de miséria. A própria secretaria municipal de saúde nos informou que a grande maioria dos moribundos vem de outras cidades e até mesmo de outros estados.


AV. RUI BARBOSA - Nada tenho contra adolescentes e jovens que procuram se divertir nas tarde de domingo, até mesmo porque eu já vivi essa fase da vida, mas o que vem sendo acontecendo semanalmente no cruzamento da Av. Rui Barbosa com a Rua Frei Caneca, no bairro de Heliópolis é preocupante. O que se vê é menor de idade enchendo a cara com cerveja e outras bebidas alcoólicas, quebrando garrafas no meio da rua, abrindo o som de seus carros no mais alto volume, chegando até mesmo a fechar parte do cruzamento, colocando em risco sua segurança e a de quem passa pelo local. Quase todo domingo a polícia é acionada por moradores da área para acalmar os ânimos da rapaziada.


CEAGA - Moradores das proximidades da Central de Abastecimento de Garanhuns denunciam a total escuridão na área externa. Postes cujas lâmpadas estão apagadas, estão servindo de ponto de encontro para marginais que aguardam suas vítimas, principalmente estudantes que passam tarde da noite, retornando dos colégios e faculdades. Quem vai resolver o problema?


OLAVO BILAC - Moradores da Rua Olavo Bilac, localizada na área central da cidade, pedem uma atenção maior por parte do governo municipal e da polícia. A Rua está em total estado de abandono com esgotos á céu aberto, buracos enormes e à noite a insegurança é total. Eles dizem que votaram em Luís Carlos e que agora querem o retorno do voto em obras e segurança.


O RETORNO - Foi com grande alegria que reencontrei em dias da semana passada com o empresário do ramo de farmácia, Maurício Botelho, o nosso conhecido Maurício, que volta a Garanhuns depois de morar uns tempos em Caruaru. Maurício volta de cabeça erguida, recomeçando sua vida na terra que ele tanto ama e que certamente lhe dará o apoio necessário. Bem vindos Maurício e a Farmácia Canaã.