Garanhuns, 12 de março de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
GERAL
 

Humildade é marca de Audálio em Bom Conselho

Depois de vencer fácil (a diferença foi de mais de 1500 votos) uma eleição que parecia difícil, dado o favoritismo inicial do seu principal adversário, Gervásio Matos, o prefeito de Bom Conselho, Audálio Ferreira (PL) assumiu o mandato marcando os seus primeiros atos administrativos pela prudência e pela humildade, que certamente muito o ajudaram na vitória obtida em 2004. De voz pausada, tranqüila, o dirigente da terra do papaça não esboça gestos de vaidade e responde as perguntas do repórter de forma franca, parecendo já ter em mente cada passo a dar nos próximos quatro anos, à frente de um dos maiores municípios do Agreste Meridional.

"A nossa prioridade inicial foi salvar o campo, transportar água para as pessoas. Bom Conselho é um município enorme, são 1054 km de área e a maior parte fica na região seca", disse Audálio Ferreira, quando indagado sobre as ações principais dos dois primeiros meses de governo. Segundo o prefeito, uma atenção especial deve ser dada a essa parte do município, liberando o maior número possível de caminhões para o transporte de água, daí que até uma pequena adutora já foi feita no Açude da Nação, servindo ao centro de lazer.

O prefeito informou também que já começou a fazer o calçamento de algumas ruas e está recuperando outras vias, que estavam com a pavimentação falha. Acredita, no entanto, que o seu maior feito até agora foi pagar até o dia primeiro de março três folhas salariais do funcionalismo público. "Pagamos os servidores duas vezes em janeiro e outra vez no final de fevereiro. Faço questão que os funcionários recebam rigorosamente em dia", justifica o governante.

Audálio acredita que o município só pode crescer se o prefeito mantém os compromissos em dia, pois os servidores têm as suas obrigações nos supermercados, nas lojas e nas mercearias. "Eles compram e no final do mês precisam ter o salário garantido. Eu trabalho dessa maneira: comprando, pagando, deixando tudo em dia", reforça. "Tem quem invista em máquinas, em carros de luxo. Eu não gosto disso, não gosto de luxo. Eu gosto é de trabalhar, essa é que é a verdade", complementa.

SAÚDE - O dirigente de Bom Conselho está satisfeito com o trabalho desenvolvido até agora pela secretaria de Saúde do município. Ele informou que 75 agentes estão atuando na cidade e zona rural e o hospital local está conseguindo dar um bom atendimento à população. "Quando o caso não pode ser resolvido aqui nós mandamos para Caruaru ou Recife. Na capital temos um médico, que é cunhado de Dr. Daniel e atende muito bem os boncoselhenses", salienta.

EDUCAÇÃO - Audálio revelou que Bom Conselho está com 11 mil alunos matriculados na rede municipal, o que atesta o esforço da Secretária de Educação, professora Silvia. "As distâncias são muito grandes, por conta dos 1054 km de área, mas temos de garantir transporte para o estudantes e professores", raciocina o prefeito, admitindo que a tarefa é difícil, mas que "com boa vontade e ajuda de Deus poderá ser cumprida".

Prefeito de Bom Conselho pela segunda vez, o empresário do setor agropecuário Audálio Ferreira escolheu para o seu secretariado pessoas preferencialmente de terra, alguns já com experiência. A pasta de Governo é comandada pelo Dr. Junes Filho, a Secretaria de Saúde é comanda por Meire Zenício, esposa do ex-vice-prefeito; Sílvia Borges é a titular do setor de Educação; Josefa Cavalcanti Miranda, a primeira dama, é Secretária de Ação Social; Cláudia Roberta ocupa a pasta de Finanças; o setor de Obras é administrado por Ivo e Tércio Arruda comanda a Agricultura. Alguns cargos de confiança ainda não foram nomeados pelo prefeito, como medida de economia, mas até o próximo mês ele pretende ter a equipe completa.