Garanhuns, 12 de fevereiro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Lula visita Caruaru e faz sucesso em Garanhuns

No mesmo dia em que o presidente Luiz Inácio Lula da Silva visitou os municípios de Caruaru e Surubim, no Agreste Setentrional, uma enquete realizada no Jornal da Sete 2ª Edição, na FM Sete Colinas, mostrou que os moradores de Garanhuns estão muito satisfeitos com a administração do petista no Governo Federal. Em poucos minutos, 10 ouvintes ligaram para a emissora da Boa Vista, todos elogiando a gestão de Lula e dizendo que ele está correspondendo às expectativas que foram depositadas nele pelos garanhuenses e pernambucanos.

Os moradores da cidade elogiaram as ações sociais do Governo Lula, a assinatura da nova Lei de Falências, a preocupação de acabar com a fome, o bolsa família e a expansão das universidades federais para cidades como Caruaru e Garanhuns. Os ouvintes opinaram que o presidente petista está conseguindo minimizar o problema do desemprego no país, que segundo eles era mais sério no período de Fernando Henrique Cardoso.

Questionados pelo radialista Fernando Rodolfo e jornalista Roberto Almeida, os garanhuenses criticaram os que fazem oposição a Lula, inclusive o governador Jarbas Vasconcelos. "Essa oposição que ele faz ao único presidente da República do Brasil que nasceu em Pernambuco só faz prejudicar o Estado", disse um dos ouvintes, que se identificou com o nome de Luciano. Outra pessoa ouvida pelo programa, do bairro de Heliópolis, afirmou que falta autoridade ao PFL para viver criticando o presidente.

Mesmo quando os comunicadores levantaram questões a respeito das péssimas condições das estradas, dos casos de corrupção no bolsa-família e da compra do avião pelo presidente da República no valor de R$ 56 milhões, os participantes da enquete defenderam Lula. "O avião que servia à presidência fazia vergonha", "os problemas de corrução no bolsa-família acontecem por conta dos prefeitos" e "as estradas estão ruins há muito tempo e serão recuperadas", foram frases ditas pelos garanhuenses simpáticos à administração petista.