Garanhuns, 12 de fevereiro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


LULA NÃO MUDOU TANTO ASSIM

O presidente Lula não mudou tanto assim, como pregam os radicais. Acontece que o político petista amadureceu e uma coisa é estar liderando greves de operários ou discursar pela oposição, outra completamente diferente é o exercício do poder. Ora, se o garanhuense de Caetés faz tantas concessões as elites e ainda assim enfrenta resistências de diversos setores do capital, inclusive da própria mídia, imagine se fosse governar como querem alguns malucos ou porras loucas, como a Helóisa Helena, o Babá e esses lunáticos do PSTU. Teria caído em menos tempo que o Collor.

O Governo petista tem erros sim e algumas coisas deviam mesmo ser corrigidas. Mas existem também acertos e avanços e o presidente, em si, tem uma postura que só é possível num político de origem humilde. Na passagem por Surubim e Caruaru, tivemos o "velho Lula": falou a linguagem do povo, sorriu, brincou e prometeu lutar por projetos importantes para o Nordeste, como a transposição do Rio São Francisco. Claro, esse jeitão do petista desagrada os acadêmicos, que vêem populismo na expansividade do presidente, uma vez que o queriam tão elegante e intelectual quanto Fernando Henrique.


AUDIÊNCIA

Pouco antes do Carnaval, o prefeito Luiz Carlos recebeu em audiência o deputado estadual Izaías Régis. O encontro foi agendado pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Ivan Gomes. Alguns assessores de Luiz ficaram irritados, por não aprovarem a conversa entre os dois líderes políticos.


AUDIÊNCIA II

Pelo menos um dos assessores do prefeito disse ao colunista que a audiência foi marcada sem comunicação prévia a Luiz Carlos, que também teria ficado insatisfeito com o gesto do seu colaborador. Mas o fato é que Izaías esteve no Palácio Celso Galvão e todos tiveram que "engolir" a presença do parlamentar no gabinete do prefeito.


CONFRONTO

Ou estão querendo derrubar Ivan Júnior ou está faltando jogo de cintura ao secretário de Desenvolvimento Econômico. Mas colegas seus de equipe dizem abertamente que ele não está satisfeito em ter saído da pasta de Turismo e tem feito tudo para prejudicar o trabalho de Júlio César.


MÁGOA

Roberto Tenório, pai do garoto do mesmo nome, que morreu atropelado na entrada do bairro da Liberdade, confessou a um amigo estar mais magoado com o secretário de Tranportes do município, Eber Frias de que mesmo com o taxista que tirou a vida do seu filho. Tudo por conta das declarações do secretário, logo depois do acidente, dizendo que os pais devem ter mais cuidado com seus filhos.


VEREADORES

Boa parte dos atuais vereadores de Garanhuns defende que o número de representantes na Câmara fique como está: somente 11 vagas. Também pudera, com a redução cada parlamentar deve ganhar por mês mais de R$ 6 mil, quando somados o salário e outros benefícios. Isso sem falar nos acordos extra partidários.


CORREÇÃO

Na matéria sobre a composição do gabinete da deputada Aurora Cristina, publicada na edição passada, foram cometidos dois erros que faço questão de corrigir: Maria das Graças Andrade Duarte não é a mulher de Dr. Paulo e sim uma irmã do ex-prefeito Silvino. E o namorado da filha de Aurora não é Cristóvão Valença e sim Maurício Thorpe. Atentos leitores da coluna ligaram pedindo as correções. O grau de nepotismo no gabinete, no entanto, continua o mesmo, na ordem de 40%.


DISTORÇÃO

A redução do número de vereadores no país foi uma medida saudável e seria melhor ainda se diminuissem pelos menos uns 20% do número de deputados estaduais e federais do país. Agora, existem distorções gritantes: Jucati, Jupi e Angelim, municípios com pouco mais de 10 mil moradores, ficaram com sete vereadores, enquanto Garanhuns, com mais de 120 mil habitantes, tem apenas dois parlamentares a mais.


PARANATAMA

Reginaldo Leonel (PT), novo prefeito de Paranatama, está deixando a população do município mais animada. Nos primeiros trinta dias colocou os veículos da saúde e educação para funcionar e pagou o salário de janeiro logo no início de fevereiro. Tinha servidor que já estava se acostumando a trabalhar sem receber.


SUCESSO

A nova secretária de Educação de Angelim, professora Josevalda Cavalcanti, a quem já anunciei na coluna como um dos grandes quadros do magistério no Agreste, está correspondendo às expectativas. Ela faz tanto sucesso na cidade que está conseguindo conquistar mesmo os adversários de Samuel Salgado. E olha que lá a eleição foi tão acirrada que terminou sendo decidida por pouco mais de 100 votos.


INTELIGÊNCIAS IMPORTADAS

Além de Josevalda, outros garanhuenses inteligentes contribuem com a administração petista de Samuel Salgado. O secretário de Saúde é José Carlos, que na juventude trabalhou na Rádio Jornal (então Difusora) e foi diretor de O Monitor na gestão de Bartolomeu Quidute. Ligado às causas ambientalistas, José Carlos teve uma participação também na campanha do promotor Alexandre, em Garanhuns. Miriam e Marcos Freitas, ligados ao teatro, contribuem com Samuel no setor cultural. Mas a maioria dos auxiliares do prefeito são mesmo de Angelim.


SEDE

O presidente da Câmara Municipal de Garanhuns, Sivaldo Albino, pretende marcar seu segundo mandato como dirigente da Casa Raimundo de Moraes construindo uma nova sede para o Legislativo. Na opinião do ex-prefeito Ivo Amaral a sede atual é mesmo muito modesta e os vereadores precisam de melhores condições de trabalho. Agora, não se sabe ainda de onde sairá o dinheiro da nova sede.