Garanhuns, 12 de fevereiro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO DOS BICHOS

Bruno Neves Wanderley


Aprenda um pouco mais sobre o cio, o acasalamento e a gestação de sua cadela.

Ao longo desta e das próximas 04 edições deste jornal falaremos sobre as fases do ciclo reprodutivo fisiológico dos caninos e suas eventuais complicações.


O CIO E O ACASALAMENTO

O primeiro cio de uma cadela ocorre entre o 6° e o 8° mês de vida nas raças pequenas e médias e entre o 8° e 14° mês de vida nas raças grandes e gigantes, a partir daí o intervalo entre os mesmos será de 5 a 6 meses, podendo ocorrer variações dependendo do estado de saúde, do estado nutricional nutrição, dos níveis hormônais, do clima e da presença de outros animais.

Devemos observar que o cio propriamente dito só começa realmente por volta do 11° dia após o início do sangramento, e só nesta fase a cadela aceita a cobertura do macho. O tempo de duração de cada cio também pode variar, mas de uma forma geral se prolonga por 5 ou 10 dias.

As fêmeas só completam todo o seu desenvolvimento corpóreo após o segundo ou terceiro cio, nesta fase a gestação não lhe trará problemas de saúde ela já estará amadurecida o suficiente para ser acasalada e ter seus filhotes.

O macho pode cruzar a partir dos 15 meses de idade, antes disso ele pode não conseguir fertilizar a fêmea.

A escolha do macho também é importante, ele deve ser mais velho e experiente, principalmente se for o primeiro acasalamento da fêmea e deve ser menor do que a fêmea nas raças de pequeno porte para que os filhotes não sejam muito grandes e causem problemas na hora do parto.

A freqüência de acasalamento e gestação deve ser sempre orientada por um veterinário. Uma fêmea que procrie em excesso gera filhotes fracos e com alta mortalidade e também compromete sua própria saúde.

Antes do acasalamento, a fêmea deve ser levada a um veterinário, para que seu estado de saúde seja examinado. As vacinas devem estar em dia, e o esquema de vermifugação também, além do mais ela deve estar livre de pulgas e carrapatos (ectoparasitas).

A GESTAÇÃO

A gestação nas cadelas dura em torno de 54 a 62 dias. Esse tempo é influenciado por diversos fatores entre eles podemos citar, o número e tamanho dos filhotes.

A gestação pode ser confirmada por ultra-sonografia a partir do 18° dia de gestação, o diagnóstico através de palpação pode ser feito a partir do 30° dia.

Com 35 dias já se observa o desenvolvimento das glândulas mamarias, que ficam rosadas e túrgidas. Nessa fase já há aumento acentuado do peso da cadela.

Aos 45 dias o RX já evidencia os ossos do crânio, vértebras, costelas e ossos longos dos membros. Com 49 dias a cabeça dos fetos já é bem palpável e há grande aumento nas glândulas mamarias. A partir da 8° semana de gestação, o movimento dos filhotes já pode ser visto quando a cadela está deitada. Os filhotes já podem nascer de forma segura.

Nas 3 ultimas semanas de gestação a alimentação da cadela deve ser reforçada. O uso de ração balanceada de boa qualidade e de formulação para filhotes e fêmeas em gestação, é a melhor forma de garantir os nutrientes necessários, sem a necessidade de suplementos extras.

Durante a gestação, devido a ação da progesterona, o tempo de esvaziamento gástrico da cadela aumenta, mas ao mesmo tempo a motilidade gástrica diminui, conforme o estômago é deslocado pelo útero em crescimento. Portanto o ideal é que se forneça a alimentação em pequenas porções várias vezes ao dia, facilitando a digestão. É normal que no final da gestação a cadela perca o apetite, principalmente quando está próximo da hora do parto.
Duas semanas antes do parto prepare o local onde a cadela irá ter seus filhotes e a estimule a deitar e dormir lá. Isso a deixará mais segura na hora do parto.

Na próxima edição: O Parto nas Cadelas - como identificar que chegou a hora.

Serviços Veterinários.
Dr. Bruno Neves Wanderley CRMV 2516-PE, atende diariamente na Clínica Veterinária AnimalPet das 8:30 às 20:30
Ligue: (87) 3763.0777