Garanhuns, 22 de janeiro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Prefeitura discute projeto de mídia

Representantes dos principais jornais da cidade estiveram reunidos com o secretário de Comunicação da prefeitura, Marcos Régis, para discutir a política que será adotada pela gestão de Luiz Carlos em relação à imprensa escrita da cidade. Depois de quase duas horas de conversas, ficou acertado que o Executivo irá fechar acordos diferenciados com cada veículo impresso que circula no município.

A princípio, a prefeitura pensava em apresentar uma proposta única para todos os jornais e o secretário Marcos Régis chegou a perguntar aos profissionais de comunicação o que achavam da idéia. Ninguém concordou e os presentes mostraram que cada impresso tem a sua realidade, custos diferentes e atendem públicos diversos.

Os jornalistas pediram uma valorização maior da mídia local e que a prefeitura definisse quanto poderá investir em publicidade levando em conta que os governos têm autorização até da Constituição Federal para gastar um determinado percentual por mês com comunicação. "Nós pretendemos fazer exatamente isso e trabalhar dentro do orçamento", afirmou Marcos Régis, assinalando ainda que a intenção de Luiz Carlos é celebrar contratos e pagar religiosamente os jornais.

No encontro foi também cobrada uma relação mais profissional entre a prefeitura e a imprensa, de modo que os contratos firmados entre o Executivo e os jornais levem em conta a importância de cada veículo. "A prefeitura não pode entender que está dando ajuda aos jornais. Ela está fazendo um investimento, de acordo com a importância do trabalho realizado por determinado veículo", defendeu Robson Ferreira, do Jornal Cidade.

Marcos Régis considerou proveitosa a reunião com os representantes dos jornais e ficou confiante de que prefeitura e veículos de comunicação irão trabalhar em sintonia. "Queremos fazer uma parceria com a imprensa, valorizando e profissionalizando o trabalho da mídia de Garanhuns", observou o secretário.

O professor José Rodrigues, que na reunião representou o jornal Imprensa do Agreste, avaliou o encontro como positivo. "Mas somente quando forem firmados os contratos saberemos realmente se a prefeitura irá valorizar o trabalho da imprensa local, que presta um serviço inestimável ao município", declarou Rodrigues.

O diretor do jornal Rota do Crime, Luiz Andrade, que nunca contou com anúncios da prefeitura em seu periódico, ficou animado com a conversa. "Tendo a prefeitura como cliente poderei aumentar o número de páginas do jornal e assim terei mais informações para o nosso leitor", imagina Luiz.