Garanhuns, 8 de janeiro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Luiz, Almir e 11 vereadores são empossados em Garanhuns

Núbia Kênia


Diante de um plenário lotado, e em uma cerimônia tranqüila, o prefeito eleito Luiz Carlos de Oliveira (PMDB) e o vice Almir Penaforte, eleitos com 45,53% dos votos válidos, foram empossados para o primeiro mandato à frente da Prefeitura de Garanhuns, em solenidade que aconteceu no último sábado, primeiro dia de 2005, na Câmara dos Vereadores. Na ocasião, a Mesa Executiva da Câmara Municipal do Garanhuns também empossou os 11 vereadores eleitos para o quadriênio 2005 a 2008. Com a mudança na legislação que reduziu o número de vagas nas câmaras municipais em todo o País, cinco cadeiras vão ficar vazias na Casa Raimundo de Moraes.

Em seu discurso, bem pautado, o prefeito eleito não detalhou sobre nenhuma ação que irá realizar durante seu mandato, mas enfatizou que o programa de governo será direcionado sobre "ações planejadas e transparentes, preventivas em relação a riscos, e corretivos nos desvios capazes de afetar o equilíbrio das contas públicas. Acima de tudo, com austeridade na aplicação do dinheiro público".

Sob aplausos agradeceu a todas os familiares, parentes, amigos e correligionários que acreditaram e apoiaram sua candidatura. "Todos foram responsáveis pela construção desse dia. Nossa gratidão pela escolha é tão grande e tão profundo quanto é inquebrantável nosso compromisso de ajudar este município a mudar de rumo. Sabemos que não será uma tarefa fácil, mas esperamos contar com o esforço de todos, especialmente da nossa equipe. Exerceremos este mandato com lisura e responsabilidade", afirmou Luiz Carlos.

Da Câmara, Luiz Carlos e Almir Penaforte foram para Prefeitura de Garanhuns, onde receberam o cargo do, então, prefeito Silvino Duarte, que antes mesmo de passar o cargo, entregou ao prefeito eleito um organograma do Plano Diretor do Município, cumprindo a Lei 10 257/ 2001. Além disso, o Silvino Andrade fez uma prestação de contas de muitas ações desenvolvidas, em várias áreas, durante suas duas gestões. "Sinto nesse momento dentro de mim, um misto de alegria e tristeza a envolver minha alma. Ela transborda de alegria por ter podido realizar, com a colaboração de minha equipe e povo em geral, as obras e ações que realizamos em meu governo. E de tristeza, por deixar a convivência dessa casa, e de amigos que sempre estiveram em meu lado, e dos funcionários, que todas as horas trabalharam com dedicação. A vocês, muito obrigado", destacou.

Depois da cerimônia para a transmissão do cargo, o prefeito Luiz Carlos, mais uma vez, fez um breve discurso, relembrando sua trajetória de vida, desde sua infância até a vitória nas eleições. "Assumo este cargo com a plena consciência de que as urnas me delegaram, não o poder absoluto e autoritário, mas a responsabilidade de prestar um serviço a essa maravilhosa terra e a sua gente. O mandato público, como o poder, só se legitima pela capacidade de servir e não pela arrogância de mandar. Chego ao poder com as alianças que transparentemente assumi durante a campanha, e em torno de metas claras e definidas, as quais foram aprovadas nas urnas. Meu partido chama-se o futuro de Garanhuns e dos distritos", enfatizou.

Durante a solenidade, o prefeito Luiz Carlos empossou sua equipe de secretários, bem como aos cargos de Ouvidor Geral do Município, presidente da Autarquia de Ensino Superior de Garanhuns (AESGA) e presidente do Instituto de Previdência dos Servidores Município de Garanhuns. Antes de encerramento da cerimônia oficial de posse, foi anunciada a eleição da Mesa Diretora da Câmara de Vereadores, a qual reelegeu, com oito votos a três, o vereador Sivaldo Albino (PSDB) para seu segundo mandato. O cargo de vice ficou com Zé de Vilaço (PP); o de primeiro secretário com Marcelo Marçal (PT); o de segundo secretário com Natalício (PV); e o líder do governo com Zaqueu Naum (PMDB).

Prestigiaram a cerimônia de posse várias autoridades locais, entre elas a deputada estadual Aurora Cristina, os ex-prefeitos Ivo Amaral, Zi Ferreira e Silvino Duarte, Juíza de Direito Severina Tenório, presidente do Comércio Varejista João de Barros e Silva, presidente do PMDB local José Hilton Paixão, comandante do 71 BI Motorizado tenente coronel Carlos Mauricio, presidente do PV José Carlos Espinhara, além de comerciantes e imprensa.