Garanhuns, 8 de janeiro de 2005
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Colégios particulares e públicos agilizam matrículas

As matrículas nas escolas públicas e particulares de Garanhuns começaram desde o último dia três e devem se prolongar, na maioria dos estabelecimentos, até o final do mês. Segundo a professora Luíza Carvalho, de Gere do Agreste Meridional o processo foi iniciado na rede estadual para os estudantes novatos ou que estão mudando de uma escola para outra. As matrículas na escola pública prosseguem até o próximo dia 24.

Os estudantes que estão se matriculando precisam apresentar a transferência, que equivale ao certificado da última série cursada. Além disso precisam levar uma cópia da certidão de nascimento ou casamento. A funcionária de Gere informou que a demanda deve ser a mesmo do ano passado e diz que não há previsão ainda de quantas vagas novas poderão ser abertas. O horário de matrícula na rede estadual é de 8 ás 12 e das 14 às 18h.

Na rede particular as matrículas também tiveram início no dia tres de janeiro. A professora Maria Almeida, do Colégio Santa Joana D`Arc, informou que na sua escola a procura foi muito boa nos primeiros dias. "Nas quintas séries não temos praticamente mais vagas", afirmou a diretora, que oferece ensino de boa qualidade do maternal à oitava série.

Maria Almeida acredita que o segredo do sucesso do Colégio Santa Joana é conciliar um ensino de qualidade com mensalidades bem mais em conta, em relação a outras escolas da cidade. "Este ano queremos avançar ainda mais e já em março, se Deus quiser, estaremos com o piso de nossa quadra concluído", salientou a professora.

No Colégio Monsenhor Adelmar a procura também foi grande desde o primeiro dia. Muitos pais que já tinham feito reserva compareceram apenas para fechar a matrícula. Irmã Joelma, diretora da escola, disse que muitos alunos novos estão procurando o educandário, creditando esse fato a boa aprovação dos estudantes do CMA nos concursos vestibulares realizados recentemente. "Nós mantemos um índice de aprovação de 70% no vestibular e isso tem credenciado o colégio cada vez mais", afirmou a diretora, garantindo que a meta da escola é preparar o aluno para universidade.

Apesar da procura, no Monsenhor Adelmar ainda existem vagas no turno da manhã e principalmente no horário da tarde. Irmã Joelma explicou que o atendimento se dá conforme a demanda e anunciou que agora no início de 2005 três novas salas de aula estão sendo inauguradas de modo a atender melhor os estudantes. O CMA atende do maternal a 4ª série no turno da tarde e pela manhã existem turmas do primeiro grau maior e segundo grau.

O processo de matrícula prossegue ainda nos outros colégios tradicionais da cidade, como Diocesano, XV de Novembro e Santa Sofia. As escolas particulares fazem a matrícula mediante transferência, duas fotos 3/4 de cada aluno, o comprovante de pagamento do outro colégio e o certificado da série cursada.

Muitos que não podem frequentar uma escola pública, procura um estabelecimento de ensino da rede estadual. Nesta área, um dos mais procurados é o Jerônimo Gueiros, no centro da cidade. Como a demanda neste última é alta, as vagas estão praticamente esgotadas. As matrículas no Estadual podem ser feitas de 10 a 24 de janeiro, 8 às 11h30 e das 13h30 às 16h30. Mas uma aviso na porta do colégio diz o seguinte: "Só tem vaga para o primeiro ano, à noite".