Garanhuns, 4 de dezembro de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


POLÍTICA ECONÔMICA

O Governo Lula sofre muitas críticas à esquerda por conta de sua política econômica, que seria igual ou semelhante à de FHC. Alguns petistas históricos reclamam do neoliberalismo do presidente e dizem que ele deveria estar fazendo uma gestão nos moldes socialistas. Ora, se Lula fazendo tantas concessões ao capital, à direita ortodoxa de Maluf e Sarney, enfrenta toda sorte de resistência, como seria tentando fazer aqui o que Salvador Allende fez no Chile? Teria tudo para ser derrubado, estou certo disso. Infelizmente, o PT precisa dos conservadores, do PMDB, da Rede Globo, de muita gente e instituições que não pensam propriamente no bem do Brasil. Os que se desiludiram com Fernando Henrique, estão desiludidos com Lula e irão passar pelo mesmo processo com o que virá depois. É que não conseguem encarar a realidade como ela é, vivem de sonhos, só que estes nunca se realizam.


SECRETÁRIO

O vereador Audálio Ramos (PTB), que não conseguiu se reeleger, apesar da boa votação obtida na última eleição, poderá ser secretário do governo Pe. Aldo em São Bento do Una. Competente e boa praça, Audálio com certeza poderá ajudar o religioso a fazer um belo trabalho na terra dos Valença.


INTERVENÇÃO

E por falar em São Bento do Una depois que perdeu a eleição o prefeito da cidade vizinha, Paulo Afonso Cintra (PFL), resolveu fazer tudo quanto foi de besteira, tentando tornar inviável a administração de Pe. Aldo. Mas os seus excessos levaram o promotor público a pedir intervenção no município.


FUGA

Em Venturosa o prefeito do município, Albino Bezerra, fugiu da cidade, depois que foi derrotado pelo dentista Eudes. O vice renunciou ao cargo e o município está entregue ao presidente da Câmara.


SIVALDO

O atual presidente da Câmara, Sivaldo Albino, tem atuado com mais competência nas articulações para a eleição da Mesa Diretora da Casa Raimundo de Morais. Pelo andar da carruagem ele tem boas chances de ser reconduzido à presidência.


AGI

A posse da nova diretoria da Associação Garanhuense de Imprensa, AGI, que aconteceu na quinta, dia 25 de novembro, no Sesc local, foi bem prestigiada. Comerciários, professores, médicos, empresários, vereadores, o vice-prefeito Márcio Quirino, o vice-prefeito eleito, Almir Penaforte, ex-prefeito Bartolomeu Quidute e representantes das principais rádios e jornais da cidade prestigiaram a solenidade, que foi simples, mas expressiva.


HOMENAGEM

Um dos momentos mais significativos da posse da AGI foi quando Ronaldo César, em nome dos que fazem a nova diretoria da Associação, fez uma homenagem ao jornalista Humberto de Moraes. O veterano homem de imprensa, que foi também vice-prefeito do município e vereador, de há muito que merecia ser lembrado como está sendo agora.


LUTADOR

Humberto de Moraes sempre foi um lutador. Numa época em que ser do MDB no interior do Estado era um risco, militou no partido ao lado de figuras como Marcos Freire, Jarbas Vasconcelos, Roberto Freire, Cristina Tavares e Marcus Cunha. Graças a esses líderes importantes e a figuras como Humberto, Zé Gila (Capoeiras) e Zé da Farmácia (Jupi) se fez a resistência até o dia em que a ditadura caiu.


ESQUECIMENTO

A imprensa de Garanhuns está em baixa com o deputado estadual Izaías Régis. Primeiro o parlamentar fez uma festa de aniversário e não convidou um radialista, jornalista ou colunista social da cidade. Depois, na posse da Associação de Imprensa, apesar de convidado não compareceu e nem mandou representante.


POLÍTICOS

Mais políticos e atenciosos, o prefeito Silvino Andrade, o promotor Alexandre Bezerra e o vereador Givaldo Calado, não foram a posse da diretoria da AGI, por motivo de viagem, mas enviaram mensagem ao Sesc se congratulando com os que fazem a imprensa de Garanhuns.


SECRETARIADO

Verdade que o homem não anunciou ainda o seu secretariado. Mas pelos nomes que se desenham na equipe de Luiz ela (a equipe) tem muito a sua cara: pessoas de perfil conservador, sérias e sem os vícios dos políticos profissionais.


FEDERAL

Além de Silvino o prefeito de Lajedo, Antônio João Dourado, poderá ser candidato a deputado federal. Com certeza será bem votado na sua cidade e região, além da área metropolitana do Recife, onde já exerceu cargos importantes. O projeto de Dourado, no entanto, depende do futuro de Armando Monteiro.


O VOTO DOS VEREADORES

A imprensa da capital deu grande destaque a uma prévia entre os vereadores do Estado sinalizando uma preferência acentuada destes por Mendonça Filho como candidato a governador. Mas com todo respeito que o vereador merece quem vai decidir o nome do sucessor de Jarbas será o povo, o cidadão comum. O soldado, o professor, o trabalhador assalariado, o motorista, o comerciário, o agricultor. Se fosse pelo número de prefeitos e vereadores a eleição seria somente entre Sérgio Guerra, Inocêncio Oliveira e Mendoncinha. Como a disputa não é num colégio eleitoral, o PT de Humberto e João Paulo também está na disputa de 2006, podem estar certos disso.