Garanhuns, 4 de dezembro de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

COLUNA DE ULISSES

Ulisses Pinto


IMPRENSA LOCAL - Ocorreu com muito brilhantismo, no SESC (sala de eventos Jaime Pincho), pelas 20:30 do dia 25 do mês passado, a solenidade de posse dos principais membros da Associação Garanhuense de Imprensa (AGI). Com se sabe, a antiga AGI, foi fundada graças a luta do jornalista Humberto Alves de Moraes e de outros companheiros de jornal. Mas, este ano, o poeta João Marques dos Santos, presidente da Academia de Letras de Garanhuns, resolveu fazer ressurgir a Associação Garanhuense de Imprensa que tem como presidente Roberto Almeida, vice Ronaldo César e secretário-geral, o próprio João Marques. Tais membros, irão escolher os demais auxiliares homens de imprensa e rádio, para a referida associação.

Mesa dos trabalhos ficou assim constituída: Roberto Almeida, que presidiu a sessão, Márcio de Barros Quirino, atual vice prefeito, vereador Sivaldo Albino, presidente do Poder Legislativo local, Graça Carneiro, gerente geral do SESC, João Marques, presidente da Academia de Letras, Ronaldo César, vice presidente da AGI e Humberto Moraes. As figuras acima, que elevam a imprensa, cultura de nossa terra, falaram sobre o assunto, tendo o companheiro Humberto Moraes, agradecido este colunista de pedir por escrito aos novos associados, que o caro Betinho como é chamado, seja oficialmente o patrono da nova associação. Segundo, João Marques, ficou aprovada a sugestão.

Finalmente, usou da palavra, o jornalista, escritor e poeta, Roberto Almeida, que prometeu defender a classe, organizar cursos, evitar que pessoas não credenciadas, se aproveitem em conclaves, festas para bancar com crendenciais (?) Arautos do mundo da comunicação.

O dinâmico presidente da nossa Academia de Letras comentou a minha ausência, pois estava em Recife hora e dia, no Centro de Estudos de História Municipal, para a solenidade de lançamento do livro intitulado "Flores do Pajeú" - História e Tradições", de autoria do filho da cidade das flores, sertão de Pernambuco, sr. Belamino de Souza Neto. Antes, o sr. Miguel Meira de Vasconcelos, em nome do Centro, teve palavras a meu respeito na imprensa há mais de 62 anos, tendo Ulisses agradecido sua generosas palavras.

Entre outras, no SESC, presentes: Aluísio Alves, Josália Pimentel, Alberto Madeira, Bartolomeu Quidute, Maurilinho Matos, Dr. Dimas, Ana Veloso, Saulo Seabra, membro da nossa nova Associação, radialista Marcos Cardoso, o mestre de Cerimônia da solenidade, Carlos Janduy, escritor, poeta e professor que brevemente receberá da Câmara de Garanhuns, o título de Cidadania e Dorvalina Maciel, membro da Academia de Letras desta cidade de Luiz Jardim.

Após, houve um coquetel para os convidados. Como se observa uma significativa solenidade em prol de nossa terra onde o Nordeste garoa.


JOANA D´ARC - Maria Almeida Rocha, diretora do Colégio Santa Joana D´Arc, localizado no Conj. Francisco Figueira, patrocinou inúmeras festividades, sob o tema "Viagem ao mundo da Ciência" (Planeta Terra: até quando), nos dias 19 e 20 de novembro.

No dia 28 do mesmo mês, no Centro Cultural Alfredo Leite Cavalcanti, houve outra festividade de maior cunho pelos ditames da educação, da arte, da música. O grupo da cidade de Arcoverde, Areodart, deu início a festa cultural sob a direção de Maria Almeida, que brevemente irá ser premiada com o título de cidadã Honorária de Garanhuns, pois ela é natural da cidade de Capoeiras. Autor do projeto, vereador Daniel da Silva Filho.

A solenidade foi linda, quando os estudantes, principalmente da classe infantil, apresentaram números para a platéia que lotou o Teatro Souto Dourado.

A DAC Consultoria, do Sr. David Melo, bamba em fotografias, fez a montagem do evento. Aliás, atua em Garanhuns e região em festas e solenidades, inclusive no Joana D´Arc, há seis anos.

O radialista Marcos Antônio, foi o apresentador.

Foi assim a solenidade dos alunos, professores, desse colégio que no dia 30 de maio do ano vindouro, completará 20 anos de existência graças ao espírito empreendedor de Maria Almeida Rocha, por sinal, simples, porém grande em seus méritos.