Garanhuns, 20 de novembro de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Ensinamentos fundamentais da doutrina

O espiritismo foi definido pelo próprio Alan Kardec como "uma ciência, que trata da natureza, origem e destino dos espíritos, bem como suas relações com o mundo corporal". A doutrina revela conceitos novos e mais aprofundados a respeito de Deus, do Universo, dos Homens, dos Espíritos e das Leis que regem a vida. Revela ainda o que somos, de onde viemos, para onde vamos, qual o objetivo de nossa existência e qual a razão da dor e do sofrimento.

A doutrina espírita é abrangente e quem a pratica pode ser católico, protestante ou maçon. Segundo os adeptos de Kardec, o sistema filosófico codificado pelo mestre traz conceitos novos sobre o homem e tudo que o cerca. O espiritismo toca em todas as áreas do conhecimento humano e pode ser estudado, analisado e praticado em todos os aspectos fundamentais da vida, tais como: científico, filosófico, religioso, ético, moral , educacional e socialo.

O espiritismo ensina fundamentalmente que: Deus é inteligência suprema, causa primeira de todas as coisas. É eterno, imutável, imaterial, único, onipotente, soberanamente justo e bom. O Universo é criação de Deus. Abrange todos os setores racionais e irracionais, animados e inanimados, materiais e imateriais.

Além do mundo corporal, segundo os kardecistas, existe o mundo espiritual. O primeiro seria habitado por nós, espíritos encarnados, e o segundo pelos espíritos desencarnados. No Universo há outros mundos habitados, com seres de diferentes graus de evolução. Todas as leis da natureza são divinas, pois que Deus é seu autor.

O homem é um espírito encarnado em corpo material. O perispírito é o corpo semimaterial que une o Espírito ao corpo material. Os espíritos são seres inteligentes da criação. Constituem o mundo dos espíritos, que preexiste e sobrevive a tudo.

Kardec ensina ainda que Jesus é o guia e modelo para toda a humanidade. E a doutrina que ensinou e exemplificou é a expressão mais pura de Deus. A moral de Cristo, contida no evangelho, é o roteiro para a evolução segura de todos os homens, e a sua prática é a solução para todos os problemas humanos a ser atingido pela humanidade. O homem tem livre arbítrio para agir, mas responde pelas consequências de suas ações.