Garanhuns, 9 de outubro de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

PT e PV ajudam Câmara a se renovar

Pela primeira vez o Partido dos Trabalhadores (PT) e o Partido Verde (PV), vão ocupar espaço na Câmara dos Vereadores de Garanhuns. Os petistas garantiram uma vaga com a eleição do líder bancário Marcelo Marçal, que obteve 847 votos e benefiado pela legenda terminou sendo um dos vencedores no pleito do último dia três. Já os verdes, elegeram dois professores: Silvio, diretor do Colégio Estadual, que chegou aos 1.026 votos e Natalício, da rede municipal, que somou 1.619 votos.

Além desses três foi eleito como novato o líder comunitário conhecido como Paulo da Mochila (PSDB), que atua no sítio do mesmo nome e no distrito de Miracica. O veterano Luiz Taveira não disputou à reeleição, mas conseguiu emplacar o nome de Cláudio (PTB), seu filho, como o quinto novato na Casa Raimundo de Morais a partir de 2005.

Foram reeleitos com expressivas votações os vereadores José de Vilaço (PP), do distrito de Iratama, o atual presidente da Câmara, Sivaldo Albino (PSDB), os petebista Daniel e Aldemiro, além do peemedebista Zaqueu.

Dos ex-vereadores que tentaram reeleição, como Paulo Gomes, Alzira do Hospital, Eraldo Caxiado, Cid Ferreira e Joaci Laurindo, o único que conseguiu sucesso nas urnas foi Armando Domingos (PDT), que se elegeu e vai representar o distrito de São Pedro no Legislativo Municipal.

A Casa Raimundo de Morais ficou sem representação feminina, uma vez que Sônia Moreno, a única mulher com assento a Câmara, não conseguiu emplacar mais um mandato. Ela, Alzira e Girlane Santana, ex-secretária de Educação do município foram bem votadas, mas ficaram apenas com a suplência.