Garanhuns, 9 de outubro de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Greve nos bancos gera tumulto em agências

Fernando Rodolfo


A greve deflagrada pelos bancários em todo o Brasil há mais de 15 dias está vitimando milhares de pessoas que se encontram impossibilitadas de realizarem movimentações financeiras, como pagamentos, depósitos e recebimento de salários. Em Garanhuns algumas agências como Bandepe e Bradesco já abriram as portas e estão atendendo o público normalmente. Em outras como Banco do Brasil e Caixa Econômica, apenas as centrais de auto-atendimento estão em pleno funcionamento.

Em decorrência do movimento grevista, as filas formadas no interior das agências na Suíça Pernambucana, chegam a ser na maioria das vezes quilométricas e causadoras de tumultos e muita impaciência em quem precisa efetuar alguma operação bancária. Setores econômicos da sociedade como o comércio, por exemplo, já começam a sentir o reflexo da greve, levando-se em consideração o comprometimento do abastecimento das prateleiras, principalmente nas proximidades de datas comemorativas, como é o dia da criança (12).

Segundo o presidente do sindicato dos bancários em Garanhuns, Alberto Flávio, o principal motivo que levou a categoria a paralisar as atividades se concentra no reajuste salarial. Ele disse ainda que "dois funcionários do Banco do Brasil foram deslocados para que o pagamento dos aposentados do INSS fossem efetuados sem prejudicá-los com o movimento". Até o fechamento desta edição a situação da categoria ainda não havia sido resolvida.