Garanhuns, 14 de agosto de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Governo do Estado entrega leite de cabra para famílias carentes

Um total de 1,5 mil litros de leite de cabra passou a ser distribuído diariamente a 1,5 mil famílias de dez associações comunitárias inseridas no Programa Leite de Pernambuco, desenvolvido pelo Governo do Estado, por meio da Secretaria de Produção Rural e Reforma Agrária. A distribuição vem sendo feita desde a última quarta-feira, através do Centro de Abastecimento Alimentar de Pernambuco (Ceasa), responsável pela administração do programa. Desde a sua criação, há quatro anos, o Leite de Pernambuco já recebeu investimentos da ordem de R$ 46 milhões para garantir a distribuição diária de um litro de leite Tipo C a famílias carentes da Região Metropolitana, Zona da Mata, Agreste e Sertão de Pernambuco.

Com essa nova etapa, o programa beneficia associações localizadas no Recife e em municípios como Jaboatão dos Guararapes, Caetés, Garanhuns e Jupi. De acordo com o secretário de Produção Rural e Reforma Agrária, Gabriel Maciel, o trabalho obedece a uma estratégia do Governo do Estado de fortalecer a cadeia produtiva da caprinovinocultura.

Estamos adquirindo o leite de cabra de criadores locais. Isso gera renda e ainda melhora a qualidade de vida dos beneficiados com o produto, favorecendo na diminuição da evasão escolar, na redução da mortalidade infantil, do êxodo rural e do desemprego nas áreas rurais", enumera.

Maciel destaca ainda a intenção de propagar a importância do leite de cabra entre as populações de baixa renda no campo e as crianças e idosos, nos centros urbanos, com problemas de intolerância ao leite de vaca. "As qualidades biológicas (alta digestibilidade, alcalinidade distinta e maior capacidade tamponante em relação ao leite de vaca) e terapêuticas (hipoaler-genicidade) eram pouco divulgadas, e a nossa intenção é expandi-las". Mesmo assim, conforme dados do Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), a produção de leite de cabra no Brasil representa algo em torno e 4,5 milhões de litros/ano, existindo um déficit estimado em 5,9 milhões de litros/ano.

Caprinovinocultura - Pernambuco possui o terceiro maior rebanho de caprinos e ovinos do Nordeste, ficando atrás da Bahia e do Piauí, com cerca de dois milhões de animais de excelente qualidade, sendo maior até mesmo do que o de bovinos e bubalinos, que juntos somam 1,5 milhão de cabeças.

As principais raças de caprinos existentes no Estado são as Boer, Manbrina e Moxotó (corte), Sanneh, Alpina, Toggenburg e Murciana (leite), e Aglonubiana (mista). Com relação aos ovinos de corte, sobressaem-se as raças Santa Inês, Somalis e Dorper. Os exemplares são encontrados em todo o Estado, sendo 91% do rebanho de caprinos localizado no Sertão e 9% entre o Agreste e a Zona da Mata. Já, os ovinos, cerca de 81% localizam-se no Sertão, e os outros 19% no Agreste e Mata.