Garanhuns, 14 de agosto de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO & MÍDIA

Ronaldo César


Ilha virtual

Há pouco mais de uma década, o mundo foi envolvido por uma fantástica onda de informação, entretenimento e trabalho, ao alcance das mãos, ou mais especificamente, do mouse; A INTERNET. O que antes era descoberta, hoje é uma realidade prática e indispensável, em todos os setores, sejam eles, profissionais, educacionais ou lazer. Garanhuns conta com três provedores que são a imagem de nossa cidade para nossos conterrâneos e para aqueles que se conectam em todo o mundo à procura de informações da Cidade das Flores. O Festival de Inverno está aí para provar essa afirmação. Milhares de acessos na página www.fig.com.br, de responsabilidade da Bluenet, um dos maiores provedores de Pernambuco. A onda agora é a internet à rádio, que barateou os custos de quem gosta de navegar na grande rede e que oferece maior qualidade e velocidade. Infelizmente esta tecnologia ainda não está acessível a alguns bairros de nossa cidade, a exemplo da COHAB II, que conta com vários profissionais necessitando deste serviço e que por conta das dificuldades técnicas encontradas pelos provedores ainda estão ilhados no novo mundo da realidade virtual. Enquanto isso, impulso... impulso... impulso... impulso...


Camelo no Out-door

Somos conhecedores das dificuldades de se fazer uma campanha sem recursos como a de Paulo Camelo, do PSTU. Também sabemos do seu passado histórico de confronto à burguesia e todos os ícones por ela representados. Por isto é que não se pode deixar de perceber o Out-door de sua candidatura em plena Avenida Rui Barbosa. Informando aos leitores que dos três que foram destinados à sua candidatura, somente um será utilizado pelo candidato.


É Fntaástcio!!!

De aocrdo com uma pqsieusa de uma uinrvesriddae ignlsea, não ipomtra em qaul odrem as lrteas de uma plravaa etãso, a úncia ciosa iprotmante é que a piremria e útmilia lrteas etejasm no lgaur crteo. O rseto pdoe ser uma tatol bçguana que vcoê pdoe anida ler sem pobrlmea. Itso é poqrue nós não lmeos cdaa lrtea isladoa, mas a plravaa cmoo um tdoo. Fntaátciso itso!!!


Tiro pela Culatra

Algumas coligações optaram por fazer verdadeiros clubes de festa nesta campanha. São bailes de forró e pagode para os jovens se divertirem (e votarem nos candidatos que estão patrocinando). Porém algo parece não estar funcionando, vê-se jovens bebendo em público e ocasionalmente oferecendo algum trabalho a segurança, além de não ficar claro preferências partidárias.


Tiro pela Culatra II

A imprensa, pela lei eleitoral, não pode divulgar em rádio os fatos de campanha. Uma medida que visa oferecer igualdade no tratamento aos candidatos mas que no entender de muitos jornalistas e profissionais da imprensa de Garanhuns, acaba por mutilar a informação e impedindo a população de ficar ciente da realidade de alguns fatos. Assim as pessoas não entendem o que se passa nesses salões de festas, ficando apenas a impressão que se tem quando se passa em frente a eles. Ou de um lugar de festa e confraternização entre correligionários ou um lugar alienante, festivo e que visa conquistar o voto dos jovens entre música de qualidade duvidosa e álcool.


TVI

Não temos dúvida que Garanhuns sairá ganhando na recente concorrência que a TVI estabeleceu à TV Asa Branca, esta alíás, sofre algumas críticas embustidas de setores da sociedade garanhuense. Infelizmente ainda não são canais que bebam de nossa água mineral na fonte, mas falam o mesmo sotaque.


Slogans

Recentemente o Jornal do Commercio fez uma matéria sobre alguns dos slogans utilizados por candidatos na região metropolitana do Recife. Alguns beiram o ridículo como "Esse é nosso vereador". Pergunta-se, e os outros não são? Outro diz "É pra valer!". Vê-se que muitos ainda apostam no marketing caseiro e na relação entre amigos para viabilizar suas candidaturas. O próprio JC confirma que pode dar certo, mas hoje em dia não é mais a regra. As candidaturas, principalmente em cidades de porte médio a grande, e aí incluímos Garanhuns, precisam de acompanhamento profissional. O trabalho de pessoas ligadas ao marketing e a comunicação oferece credibilidade, exposição, qualidade e planejamento. Claro que a relação direta do candidato com seu povo continuará sempre, e é o mais importante meio de divulgação, mas a comunicação conquista seu espaço à medida que trabalha e ouve o cliente, neste caso, o tão precioso eleitor.


Guia Eleitoral

Nesta terça-feira, dia 17, tem início o guia eleitoral obrigatório de rádio e televisão. Momento impar para se escutar as propostas dos candidatos, ver quem não quer discutir a administração de Garanhuns e ficar baixando o nível da campanha. Se interar sobre a eleição em São Paulo e Caruaru nos canais de televisão, ou de quem quiser diversão, passar na locadora mais próxima e locar um bom filme.