Garanhuns, 31 de julho de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Gás natural tem preço reduzido

A partir do próximo dia 1º de agosto, os consumidores de gás natural do Estado passarão a contar com uma redução de 13,58% no valor do produto, que será equiparado ao preço das regiões produtoras. Ontem à tarde, o governador Jarbas Vasconcelos assinou documento autorizando a Secretaria de Infra-Estrutura a homologar os novos preços de distribuição, e dois decretos que alteram a tributação do Imposto de Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) incidentes sobre as operações do gás natural veicular (GNV) consumido no Estado.

A iniciativa integra as ações do Programa Pernambucano de Gás Natural e contempla a redução do preço do produto em todos os segmentos, além de incentivar o uso veicular e a co-geração de gás e de ser uma ação indutora para atrair novas empresas para o Estado. "Esse programa atende às áreas comercial, industrial, de serviços e automotivo, e casa com uma demanda antiga da comunidade empresarial que se ressentia de uma maior promoção na questão da co-geração e atendimento das suas necessidades", disse o vice-governador Mendonça Filho, que ao lado do Governador participou do evento no Palácio do Campo das Princesas.

Pelas diretrizes do plano, as centrais de co-geração devem manter um consumo médio máximo de 45 mil metros cúbicos/dia e no mínimo 2 mil metros cúbicos/ dia. A redução de preço para esse segmento ficará em torno de 18,8%. O secretário Fernando Dueire antecipou que o programa não receberá novas adesões quando a demanda atingir o volume de 100 mil metros cúbicos/dia ou completar seis meses em vigor. Ele explicou que o plano é direcionado tanto aos antigos como aos novos consumidores e poderá atender a todos os segmentos já abastecidos pela Copergás, desde que usem equipamentos geradores de energia elétrica.

No caso do gás natural veicular, o usuário será beneficiado com uma redução de aproximadamente 13,5% do produto: o valor pago atualmente pelo metro cúbico de gás (R$ 1,14) passará, a partir de 1º de agosto, para cerca de R$ 1,00, nos 26 postos integrantes do programa. Além dessa redução, segundo explica o presidente da Copergás, Romero Oliveira, a empresa, em parceria com as distribuidoras de gás, os postos e as convertedoras, irão oferecer um bônus de R$ 500,00 em combustível para os proprietários que adaptarem os seus veículos para o GNV.