Garanhuns, 31 de julho de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

A exposição de Eunice no FIG

Pelo quarto ano, a artista plástica de Garanhuns, Eunice Mello Luna expôs seus quadros em óleo sobre tela, na Academia de Letras de Garanhuns, durante o XIV Festival de Inverno de Garanhuns, contando com o inestimável apoio e incentivo do Ateliê Sueli Medeiros, onde tem produzido seus últimos trabalhos.

Com seus 88 anos e em plena atividade criativa, Eunice Mello tem um talento nato e muita habilidade com os pincéis. Desde a adolescência, recria paisagens, objetos e principalmente situações humanas, com especial inspiração em figuras do folclore Nordestino e animais que enchem os olhos do público nas suas exposições. Seus mais de 50 quadros, já foram vistos, admirados e elogiados aqui em Garanhuns e em várias mostras realizadas na capital Pernambucana, sendo a última, nas comemorações de seu aniversário de 88 anos, em outubro de 2003, no Iate Clube de Pernambuco, contando com um expressivo número de visitantes, composto por parentes, amigos e admiradores.

Com todos os seus filhos crescidos, formados e casados, curtindo seus netos e bisnetos, após ter ficado viúva de Acácio Luna, continua morando aqui em Garanhuns, onde dedica mais de 8 horas por dia, na criação de seus belos quadros, produzidos por puro prazer e, também, após ter se submetido a dois transplantes de córnea, Eunice Mello é um verdadeiro exemplo de vida.

Para o segundo semestre, está se preparando para realizar, aqui em Garanhuns, uma grande mostra de todos os seus trabalhos, ocasião, em que, será lançado o seu livro autobiográfico, que está fase de revisão final para publicação e, não faltarão grandes admiradores que além de se deslumbrarem com a beleza das cores irão conhecer melhor a história de sua vida.