Garanhuns, 17 de julho de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
OPINIÃO
 

Candidatos e eleição

Odete Melo de Souza


A vida dos homens e dos povos é uma contínua repetição de fatos e atos.

Como a história humana se repete!...

Como se copia o passado próximo ou longínquo!...

E assim, mais uma vez, a nossa cidade, as cidades do nosso estado e as de todo o Brasil vivenciaram dias e meses de ansiedade, disputa, desunião, intrigas e até algo mais grave e indesejável... Toda essa guerra de sentimentos e ação se direcionava para a escolha do nome de uma pessoa para comandar os destinos da nossa terra, como prefeito e também os seus representantes na câmara de vereadores, nas próximas eleições de outubro.

Entretanto, o critério para escolha deveria ser bem diferente, baseado na justiça e equilíbrio.

Enfim, as convenções dos partidos políticos e consequentemente a homologação dos nomes dos candidatos já se realizaram.

Portanto, esta primeira fase de suspense passou.

Resta agora a "renhida" batalha da conquista ou pelo menos, da promessa "fiel" do voto.

Esperamos que os candidatos no gosto apurado e demagogo do uso da palavra, prometendo inúmeros favores, vantagens e as mais "impossíveis soluções", façam imbuídos do autêntico e sagrado sentimento da verdade e do servir ao semelhante.

Com certeza, este tão nobre empreendimento é muito difícil de executar, pois, os eleitores ingênuos e até apaixonados incondicionais pelo seu partido e respectivos líderes dos tempos passados, mudaram e mudaram muito.

O povo brasileiro está decepcionado, apático e revoltado politicamente.

São promessas não cumpridas, desinteresse pelas necessidades vitais da população e sobretudo, a desonestidade que grassa lamentavelmente o nosso cenário político, culminando pela impunidade.

Não queremos porém, generalizar este sombrio, desolador e comprometedor quadro entre todos os nossos homens públicos.

Por isso, aguardamos com todo o otimismo e muita esperança, o mais promissor desempenho do próximo chefe do nosso município.

Que ele se conscientize de que as incansáveis batalhas em prol das obstinadas divisões só trazem mesquinhas inutilidades e grandes prejuízos.

E lembre-se também de que todas as pessoas até as inocentes criancinhas nos transmitem sabedoria.

Portanto, os antecessores têm sempre muito saber a transmitir aos seus sucessores. Aproveite-o!... A humildade não compromete nem diminui ninguém.

"A humildade é a verdade".

Aprendamos com o grande físico Einstein que dividiu o mérito da sua lei da relatividade com os ensinamentos do também sábio Newton, afirmando: eu vi tão longo porque subi nos ombros de um grande gigante.

Utopicamente, não, seguramente aguardemos a união de todos em prol do bem de nossa terra.

Que os candidatos realizem os seus sonhos e os justos sonhos de seus concidadãos.

Pois, "nada acontece antes de um sonho".