Garanhuns, 3 de julho de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Cinco candidatos tentam o lugar de Silvino

Garanhuns chegou a ter 15 pré-candidatos à sucessão municipal, mas depois da realização das convenções partidárias, no final do mês passado, apenas cinco nomes ficaram na disputa. O médico Bartolomeu Quidute (PTB), o advogado e empresário Givaldo Calado (PPS), o promotor Público Alexandre Bezerra, o comerciante Luiz Carlos de Oliveira (PMDB) e o engenheiro Paulo Camelo (PSTU), são os que tentarão ocupar o lugar de Silvino Andrade, a partir de 2005.

Escolhidos às vésperas das convenções, ficaram definidos como candidatos a vice-prefeito os seguintes nomes: o biomédico Almir Penaforte (PP), companheiro de chapa de Luiz Carlos; o vereador Gedécio Barros (PDT), vice de Bartolomeu; a advogada Ielma Lucena (PL), do promotor Alexandre Bezerra; o empresário Jorge Branco (PFL), de Givaldo Calado; e o trabalhador Ubirajara da Silva (PSTU), de Paulo Camelo.

CONVENÇÕES - Ao contrário do que aconteceu em municípios como Lajedo, Capoeiras, Jupi e São João, as convenções dos partidos em Garanhuns tiveram fraca presença de público. Alexandre Bezerra e Bartolomeu Quidute, fizeram a reunião no sábado, dia 27. O primeiro lotou o auditório da Rádio Jornal, que tem capacidade para 500 pessoas sentadas. O segundo levou um público um pouco maior, na sede da AGA.

No domingo dia 27, no Centro Cultural, a convenção peemedebista foi caracterizada pela organização e pelo visual. E graças ao esforço de Silvino e ainda com a ajuda maciça dos ocupantes de cargos de confiança da prefeitura, um público estimado em 800 pessoas esteve presente à festa. O PSTU realizou sua reunião no mesmo dia, sem alarde.

Givaldo Calado, do PPS, fez a convenção que homologou seu nome e o de Jorge Branco na quarta-feira, dia 30. Com as presenças do ex-ministro Gustavo Krause e dos ex-deputados federais Carlos Batata e José Tinoco, o prédio do antigo Cine Eldorado recebeu um público apenas um pouco abaixo do que compareceu as outras convenções.

CAMPANHA - A partir desta terça-feira, dia seis de julho, os candidatos poderão realizar caminhadas, carreatas, comícios, panfletagem e outras formas de propaganda política permitida por lei. Os coordenadores de campanha já se preocupam também com a montagem das equipes responsáveis pelos guias eleitorais de rádio, que irão ao ar duas vezes por dia a partir de 17 de agosto próximo.

Antes do início do guia, cada partido deverá ter pronto o programa de governo, que começará a ser divulgado para a população de Garanhuns. Até o momento os candidatos vêm demonstrando uma atenção muito grande com os setores de educação, saúde, turismo e agricultura do município. A geração de empregos é igualmente uma preocupação dos que tentam chegar à prefeitura.