Garanhuns, 3 de julho de 2004
  Início
  Colunas
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura / Diversão
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Agricultura familiar contará com R$ 7 bi na safra 2004/2005

O secretário de Produção Rural e Reforma Agrária, Gabriel Maciel, participou em Brasília do lançamento do Plano Safra da Agricultura Familiar 2004/2005. O evento foi presidido pelo ministro do Desenvolvimento Agrário, Miguel Rossetto. A ação orçada em R$ 7 bilhões e que será executada pelo Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar representa a maior oferta de crédito já disponibilizada para o setor. A meta é atingir, até o final do próximo ano, 1,8 milhão de agricultores familiares.

Em Pernambuco, existem mais de 260 mil propriedades agrícolas, das quais cerca de 235 mil enquadram-se na categoria de agricultura familiar. Elas somam, aproximadamente, três milhões de hectares, numa média de 12,6 hectares por estabelecimento agrícola. Esses pequenos produtores concentram suas atividades em sistemas de produção mais adequados a grandes propriedades, como os grãos feijão e milho - e raízes e tubérculos, como mandioca.

Na linha de apoio à infra-estrutura e serviços nos municípios, o Pronaf abrange 88 municípios, atendendo às necessidades básicas da população nos segmentos de infra-estrutura viária (representou 7,3% das demandas municipais); infra-estrutura hídrica (66%); equipamentos sociais básicos (11%); equipamentos hídricos (8,3%); capacitação e profissionalização de conselheiros municipais (4,8%) e apoio ao desenvolvimento da produção (2,6%).

Ainda de acordo com o secretário Gabriel Maciel, os investimentos que o Governo federal fará no plano dessa próxima safra representam um volume de recursos 30 % superior ao do ano passado, quando foram disponibilizados cerca de R$ 5,5 bilhões. "Esse montante"- acrescentou " sinaliza que o Governo federal está empenhado em fortalecer a agricultura familiar em todo país".