Garanhuns, 19 de junho de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
ESPECIAL
 

Festival de Inverno chega aos 14 anos inovando

O Festival de Inverno de Garanhuns chega a sua 14ª edição, entre os dias 8 e 17 de julho, consolidado como um dos eventos culturais e turísticos mais importantes do interior do Estado, e inovando na programação. O espaço onde tradicionalmente ocorrem espetáculos de dança, este ano será transformado em cinema, nas noites de 12 a 16 de julho. A sala terá 800 lugares e cada sessão exibirá um filme estrangeiro de arte, todos inéditos no Estado. Uma curadoria especial formada pela equipe do Museu da Imagem e do Som de Pernambuco (Mispe), vinculado à Fundarpe, em parceria com a Fundaj, já está selecionando os títulos.

As novidades foram anunciadas durante entrevista coletiva na Secretaria estadual de Educação e Cultura, na presença do secretário Mozart Neves Ramos, do prefeito de Garanhuns, Silvino Duarte, do presidente da Empetur, Antonio Uchoa, e do presidente da Fundarpe, Bruno Lisboa. Com investimento de R$ 2 milhões rateados entre o Governo do Estado (R$ 1,3 milhão) e a Prefeitura de Garanhuns o festival promete mais novidades como a estréia dos consertos de música erudita, na Igreja de Santo Antônio.

De acordo com Bruno Lisboa, o FIG/2004 vai dar oportunidade aos valores locais amadores mesmo que também haja espaço para os profissionais. "Nesta edição, optamos por selecionar academias, grupos amadores de municípios do interior ao invés de repetir a mesma programação de anos anteriores. Mas isso não quer dizer que não haverá espaço para os grandes grupos. Estamos trazendo companhias profissionais de peso, do Sudeste do país, como é o caso do Ballet Stagium", reforça ele.

Outra novidade é que a música eletrônica antes tocada nas tendas e pirâmides , este ano vai ser mostrada no palco Pop, depois do encerramento dos shows. Além dos DJs, os VJs e seus projetos multimídia também terão espaço na festa. O HipHop será apresentado na Avenida Santo Antônio, com muitos rapper's, apresentação de grupos de break dance, DJs e grafitagem ao vivo.
Mas o som alternativo não vai ficar restrito só às apresentações. Também serão realizadas oficinas de DJs outra inovação do FIG a mais procurada das 23 oficinas oferecidas ao público. As vagas estão completamente preenchidas e já existe uma lista de espera. Em apenas uma semana de inscrições, já não há mais vagas em 17 oficinas.

As maiores atrações musicais se apresentam na Praça Guadalajara. Já estão confirmadas presenças como Ney Matogrosso com Pedro Luís e a Parede, e Lulu Santos, entre outros. O parque Euclides Dourado tem o Palco do Forró; o de Dança; o Pop que também toca Música Eletrônica; o Mercado das Artes; a Arena Radical e as apresentações de Circo. Os shows de música instrumental continuam no Parque Ruben Van Der Linden (PauPombo) e a cultura popular na Avenida Santo Antônio. Na Galeria do Sesc, dará lugar à exposição do fotógrafo Alcir Lacerda, enquanto as peças serão encenadas no Teatro Luís Souto Dourado, que logo na abertura recebe "Deus Danado", uma coprodução BrasilPortugal, protagonizada pelo ator Leonardo Brício.