Garanhuns, 19 de junho de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


A HORA DAS DEFINIÇÕES

Até o final deste mês todo o processo político de Garanhuns estará definido, pois no dia 30 estará encerrado o prazo para realização das convenções partidárias. Já se sabe que Bartolomeu Quidute, Luiz Carlos, Givaldo Calado, Alexandre Bezerra e Paulo Camelo são candidatos à prefeitura, mas outros nomes que pretendem disputar a sucessão municipal podem vir a fazer coligações e aí uns poucos ficarão realmente na disputa.

Jorge Branco, Adolfo Lopes, Márcio Quirino, Severino Vieira, Gedécio Barros serão mesmo candidatos? Essa é a grande pergunta que se faz e logo será respondida. Acredito que pelo menos alguns deles farão acordos, aceitando uma vice ou aderindo Luiz ou Bartolomeu.

O próprio Givaldo, creio eu, poderá, sentindo que não tem chances de derrotar o candidato do prefeito, unir-se a Bartolomeu e consolidar ainda mais o favoritismo do nome petebista.

Definidos os nomes, vamos esperar que a campanha seja em alto nível, que surjam propostas e os candidatos tenham algo a oferecer ao município. Afinal de contas, Garanhuns merece.


AGRADECIMENTO II

No último número, fiz aqui um agradecimento aos gestos de solidariedade dos amigos, por conta do meu afastamento forçado do trabalho na rádio e no jornal. Depois de concluída a edição passada, muitas outras pessoas mostraram seu apreço a esse colunista e até por uma questão de justiça quero citar o nome deles. Obrigado aos meus filhos João Paulo e Roberta, Bartolomeu Quidute, Vadiael do posto de saúde, Glácio e Inês Dória, ao Givaldo Calado e Erico, Roberto e Socorrinho Gueiros, Lena e Lucy Cipriano, Lilian Ferreira, Rafael Brasil, meu vizinho Mário, minha comadre Dalva, Moisés Braga e Ventania, Noel e Marluce da padaria, Pedro Maciel, Dudu, Marcos Cardoso e Dalton Monteiro, Almir Alves, Araken, Simão Silva, Roberto Ivo, Rui Sarinho e o deputado Adelmo Duarte, que me ligou do Recife se colocando à disposição. Volto a agradecer a Ivo Amaral, que me liga todos os dias e esteve inúmeras vezes em minha casa, sempre torcendo pela minha recuperação.


PESQUISA

O prefeito Silvino Andrade tem em mãos o resultado de uma pesquisa do Ipespe que mostra um quadro inalterado da eleição em Garanhuns. Bartolomeu continua na frente, seguido de Luiz Carlos e Givaldo Calado.


COSTURA

Padre Aldo Mariano, candidato a prefeito de São Bento do Una pelo PMDB, disse outro dia uma frase bem interessante: "em política a gente tem que costurar na cúpula e na base", ou seja, junto aos cardeais e no povão.


FESTIVAL

A programação do Festival de Inverno deste ano está muito boa, com atrações de peso na Guadalajara, que é a vitrine da festa. Agora, quem pensar que o FIG terá alguma influência na eleição deste ano vai quebrar a cara. Se o Festival e a Garanheta rendessem votos o prefeito de Garanhuns seria de novo Ivo Amaral, que criou os dois eventos.


QUADROS

Além de manter estável sua liderança nas pesquisas, o ex-prefeito Bartolomeu Quidute começa a formar uma equipe de quadros importantes para administrar Garanhuns, coisa que lhe faltou quando venceu a eleição de 92. O médico Alcindo Menezes e o engenheiro e vereador João Inocêncio são dois exemplos de profissionais aliados ao PTB que podem ocupar qualquer secretaria desse município. Alfredo Góis, professor do Senac, é outro bom nome para a equipe, caso Bartolomeu vença o pleito de outubro.


ESCLARECIMENTO

Enquanto eu estava doente o prefeito de Capoeiras foi a Rádio Jornal pra falar mal de mim. E disse que o Correio criticava sua administração porque ele não anunciava no períódico. Esclareço aos ouvintes de Aluízio Alves e aos leitores do Sete Colinas que nunca procurei o Sr. Maurílio Rodolfo para tentar captar publidade dele. Até porque só gosto de divulgar ações de prefeitos sérios, que fazem alguma coisa nos municípios que dirigem.


ESCLARECIMENTO II

Agora, em mais de uma oportunidade o prefeito de Capoeiras disse que queria anunciar no Correio e nos procurou para anunciar no Jornal Marano, quando estávamos naquela emissora. Fez sua propaganda lá por duas vezes. Da primeira vez deu o maior trabalho para pagar e o segundo contrato, que data de oito meses atrás, ainda não foi quitado. Está sujo na rádio por conta de R$ 400,00. E como o prefeito gosta de atribuir aos outros um defeito seu o de mentir se precisar eu tenho aqui o contrato entre a prefeitura e a Marano, com a assinatura do mau pagador.


OS BONS

O Agreste Meridional tem prefeitos bons, que honram os compromissos assumidos em praça pública. Esses mantém em dia os pagamentos com os fornecedores e os funcionários públicos, além de ter um acervo de obras expressivo para mostrar. Exemplos de bons prefeitos na região? Aí vai uma amostra: Antônio Dourado (Lajedo), Silvino Andrade (Garanhuns), Antônio de Pádua (São João), Sandoval Cadengue (Brejão), Marquidoves Vieira (Lagoa do Ouro), Marco Calado (Angelim) e José Luiz Sampaio (Caetés).


OS RUINS

Os ruins os próprios leitores sabem. São os que prometeram mundos e fundos na campanha e agora, na prefeitura, só beneficiam os parentes e aderentes. Estão terminando o mandato e não inauguraram ainda a primeira obra. Ou resolveram trabalhar às vésperas da eleição, pra fazer o povo de besta.


LIÇÃO

Alguns précandidatos à prefeitura de Garanhuns até que podiam aprender a lição com padre Aldo. Só lembram de costurar na cúpula e esquecem da massa. Vão se esborrachar, porque políticos estaduais ou nacionais, por mais liderança que tenham, não têm voto na Suíça Pernambucana capaz de decidir uma eleição.

 

PC DO B

O Partido Comunista do Brasil, PC do B, nasceu como o dissidência do Partido Comunista Brasileiro, o PCB, também conhecido como "partidão". Historicamente, sempre esteve à esquerda da legenda de Prestes, defendendo de forma veemente o socialismo e condenando alianças com a burguesia. Agora, em Garanhuns, se vê um novo PC do B, acenando para uma aliança com o PFL. João Amazonas, que durante toda a vida presidiu a legenda comunista no país, deve estar se revirando no túmulo. Principalmente porque o PC do B, se nunca foi muito bom de voto, sempre foi formado por pessoas com um mínimo de vergonha.