Garanhuns, 05 de junho de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

CORREIO POLÍTICO

Roberto Almeida


PANFLETOS

Esta coluna já previu que a campanha eleitoral em Garanhuns teria o nível baixo. Esta semana se comprovou o que a gente vinha cantando, quando na última quarta, dia 02, surgiram novos panfletos na cidade, desta vez contra Luíz Carlos de Oliveira. Antes a vítima havia sido Bartolomeu Quidute.

Essa baixaria foi parar nos jornais da capital e o jornalista Inaldo Sampaio, do JC, disse em sua coluna que "Garanhuns deverá ter uma das campanhas mais baixa do interior de Pernambuco".

É lamentável que isto aconteça com uma cidade que tem o nome de Suiça Pernambucana e que não possa manter o nível elevado da campanha. Sem querer ofender os municípios menores, , mas pelo que estamos vendo a campanha eleitoral de Garanhuns ficará abaixo do nível das campanhas de Brejão, Paranatama e Capoeiras.


VICE

Padre Aldo Mariano, pré-candidato a prefeito em São Bento do Una pelo PMDB, e líder nas pesquisas naquele município, fortaleceu ainda mais sua candidatura ao fechar uma aliança com o PSDB, representado pelo empresário José de Almeida, comerciante forte economicamente no município. Este último será o vice de Pe. Aldo na disputa contra Paulo Afonso (PFL), que tenta a reeleição.


ERRATA

Repercutiu em toda região a matéria publicada na última edição sobre as definições políticas no Agreste Meridional. A respeito da citada reportagem queremos corrigir aqui alguns erros: O provável candidato apoiado por Antônio Dourado, em Lajedo, é o médico Rômulo Maia, e não Rômulo Tenório, como escrevemos. O possível adversário do padre Ivo, em Jupi, é Adalberto Teixeira, o "Betinho", e não Adalberto Bezerra, como foi veiculado.


CAPOEIRAS

O empresário Claudino de Souza, "Dudu" (PSDB), prossegue seu trabalho incansável de visitas em Capoeiras. Recentemente, ele esteve em algumas residências no povoado da Maniçoba, e terminou por "roubar a cena", pois na oportunidade havia uma festa no citado povoado, promovida pela Prefeitura de Capoeiras. A banda ficou tocando quase que sozinha, porque foi todo mundo prestigiar o pré-candidato Dudu.


ALIANÇA

Existem conversações entre o PTB e PPS, e não será surpresa se o empresário Givaldo Calado fechar com o médico Bartolomeu Quidute. No caso, Bartolomeu, que lidera as pesquisas, sairia candidato a prefeito e Givaldo a vice.


ALIANÇA II

Por outro lado, o prefeito Silvino se esforça para ter o promotor Alexandre Bezerra (PT) como candidato a vice-prefeito de Luiz Carlos de Oliveira. Alexandre, porém, sonha com a aliança invertendo a chapa, ou seja, o promotor na cabeça e Luiz Carlos na vice.


RESISTÊNCIA

Há uma articulação, envolvendo, inclusive, o senador Marco Maciel, e o vice-governador Mendonça Filho, para fazer de Jorge Branco o vice de Luiz Carlos. O prefeito Silvino resiste, pois acha que aí estaria sacramentada a derrota.


SÃO JOÃO

O prefeito de São João Antônio de Pádua (PSB), que passa pelo terceiro mandato, tendo vitórias expressivas nas últimas eleições daquele município, deverá este ano ter como adversário o médico Pedro Barbosa (PMDB), tendo o padre Daniel como vice. O prefeito apóia o vereador Genivaldo Carvalho, que além de ter sido o segundo vereador mais votado, no seu primeiro mandato, tem um trabalho de destaque a frente das secretaria de Governo, Ação Social e Obras.


MSV

Quando foi fechada a aliança no município entre Jorge Branco (PFL) e Adolfo Lopes (PV), adversários de outros partidos tiraram logo um "sarro" e apelidaram a aliança de MSV- Movimento dos Sem Votos.


OBRAS

As obras anunciadas esta semana pelo prefeito Silvino, no valor de mais de 12 milhões de reais, estão causando ciumeiras entre os vereadores aliados, pois os mesmo alegam que mais da metade dessas 40 obras estariam direcionadas para ajudar a candidatura do vereador Sivaldo. Por conta disso, além da perda de João Inocêncio o grupo governista pode perder também Sônia Moreno, que ameaça não disputar a reeleição.


ROMPIMENTO


O vereador João Inocêncio, do PMDB, deve ser a mais nova baixa no grupo do prefeito Silvino. O engenheiro irá aderir a candidatura de Bartolomeu Quidute. Além disso, não disputará a reeleição de vereador, fragilizando mais ainda a chapa proporcional do Palácio Celso Galvão.


JUPI

Em Jupi todos os políticos estão contra o padre Ivo, só que o padre vem realizando um trabalho incansável, principalmente junto ao homem do campo, como muitas ações nas comunidades rurais, e poderá se reeleger, derrotando todos os políticos.


JARBAS

O silêncio do governador Jarbas Vasconcelos, quando dá inauguração do Núcleo de segurança do bairro São José, deu o que falar em Garanhuns. Alguns políticos acreditam que o fato de Jarbas chegar calado e sair mudo é um tipo de "represália" pelo racha da base aliada, já que o PMDB, do prefeito Silvino, está totalmente afastado do PFL, de Jorge Branco. Já os políticos mais cautelosos, acreditam que o silêncio do governador se deu porque o mesmo preferiu prestigiar o secretário de Defesa Social, João Braga.


ESQUECEU

Além do silêncio do governador não ter caído bem para a base aliada de Garanhuns, o prefeito Silvino foi muito rápido em seu discurso, esquecendo até de citar o nome do pré-candidato do PMDB, que se manteve ao seu lado durante a inauguração.


AGRADECIMENTOS

Pouco antes de iniciar o trabalho dessa edição, fui submetido a uma cirurgia de emergência, e tive que passar por alguns dissabores. Da minha ida ao hospital até minha volta para casa, muitas foram as pessoas que me deram força. Gostaria de agradecer a todos que foram solidários e mesmo correndo o risco de esquecer algum nome, faço questão de citar: o delegado Jorge Cordeiro e sua esposa Marli; nosso contato publicitário Ivo Paulino e sua esposa Terezinha; Ronaldo César e Sonita, Núbia Kênia (sem ela a coluna e a própria edição não sairiam esta semana) Tiago Correia, a especial Joselita Albuquerque, a Jô; Patrícia, Cláudia Amaral, Maria Ameida, Júlia Almeida e seu esposo Emanoel; Josa, Jonas Lira, Ivo Amaral, Evilásio, Sivaldo e Severino Albino, Celina (esposa de Dudu), Manoel (filho de Dudu), Izaias Régis, Dona Fernanda e José Tinoco Filho, Fernando Rodolfo, Olívio Barros, Carlos Janduy, Luís Carlos (Bluenet), Teresa Amaral, Armando, Dorinha, Marcilio Luna, Alexandre Guilherme, Carlos Eugênio, radialistas Vando Pontes e Luciano Andrade, prefeito Silvino, Kitty Lopes, Ulisses Pinto, as agentes de saúde Fátima e Lurdes, aos meu filhos Vitória, Carolina, Tiago, e meu filho Lula, que me deu força em todos os sentidos, minha mãe Maria das Neves, minha irmã Cláudia, meu irmão Auréilio, minha ex-mulher Judy, padre Aldo Mariano, aos médicos Dr. Hermes, Dr Neilson, Dr. Dimas e Dr. Alcindo e, enfim, minha companheira Teresa, que me tratou com se eu fosse um bebê, com muita dedicação, zelo e amor.