Garanhuns, 05 de junho de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

COLUNA DE ULISSES

Ulisses Pinto


DIA DA IMPRENSA - No governo de Fernando Henrique Cardoso (2º mandato), foi instituído o Dia da Imprensa, a 1º de julho. A lei foi aprovada pelo Congresso e sancionada pelo aludido presidente na época.

Aplaudimos, portanto, esse dia de significado especial para os jornalistas formados ou não, inclusive os de Garanhuns. A imprensa é chamada de 4º poder. Poder que engradece, que redime dentro dos postulados da Liberdade, da ética na defesa das Instituições quando elas estão pelos caminhos da Democracia, da Lei assim como no amparo ao povo.


SETE DE JUNHO - Neste dia, estamos completando 62 anos de imprensa. Pois começamos a escrever no "O Monitor", uma crônica na última página desse órgão quando pertencia a Diocese local. O trabalho tinha o título: "Em guarda, soldado do Brasil". Na época, o Brasil estava sendo atacado por submarinos da Alemanha e da Itália, através de navios mercantes em águas nacionais, como o povo pedia a entrada do país na guerra. E no dia 22 de agosto de 1942, começava o Estado de Guerra contra as potênncias do Eixo (Alemanha, Itália e depois o Japão), no governo de Getúlio Vargas.

Em face desses fatos, entusiasmados, fizemos a crônica que está nos anais da Câmara local, da Assembléia Legislativa (proposta do então dep. Ivo Amaral), no 71º B I Mtz e na Brig. de Infantaria Motorizada, a pedido do general Santa Rosa, Cmt. na época e que hoje, está à frente da 7ª RM da 7ª DE (Recife). Na solenidade, recebemos do general amigo, o Diploma de "Amigo da Brigada" entre outras autoridades, na capital do estado.


SUCESSÃO - Está pertinho da chegada do dia 10 deste até 30, o prazo das Convenções Municipais.

Continuam no páreo os pré-candidatos a prefeito, Bartolomeu Quidute, Luiz Carlos, Paulo Camelo, Alexandre Bezerra, Adolfo Lopes, Givaldo Calado, Márcio Quirino.

Como pré-candidatos a vice, estão "falados", Almir Penaforte, Marlos Duarte, Girlane Santana, Ielma Lucena, Audálio Ramos Filho, Jorge Branco. O certo é que, o futuro vice e o seu companheiro de chapa, serão os vitoriosos, os acima citados.


COMENTÁRIO - Fala-se que Givaldo poderá ser o vice de Bartolomeu, que Almir Penaforte ou Adolfo Lopes, podem formar a chapa com o nome de Luiz Carlos, que a dra. Ielma, tem tudo para ser o vice do promotor Alexandre. Entretanto, muitas águas rolarão pela ponte entre os dias 10 a 30 deste mês.


JOANA D'ARC - No dia 30 do mês passado, ocorreu com grandes festividades, os 19 anos de fundação do Colégio Santa Joana D'Arc, dirigido pela Professora emérita Maria Almeida Roncha. Ela tem sido um verdadeiro baluarte da instrução entre nós e o lema do seu educandário tem o lema "Educando para Deus e para a vida".

A mesma, colaborou uma boa temporada no "O Monitor". É instruída e uma lutadora. Possuidora de troféus, elogios oficiais e brevemente vai receber o título de Cidadania Honorária de Garanhuns, pois nasceu na terra de Roberto Almeida, dirigente deste jornal - Capoeiras, bem pertinho de nossa Garanhuns.

Entre os dias 22 a 30 de maio, ocorreram muitas festividades, como a abertura oficial, desfile dos atletas na quadra do educandário que fica no Conj. Residencial Francisco Figueira (Cohab II), acendimento da Tocha Olímpica, juramento do atleta, canto do Hino do Colégio, apresentação do grupo de artes cênicas do colégio "retratando a história dos jogos olímpicos da antiguidade através da dança", premiação dos VII jogos internos confraternização entre professores e alunos. Eleição da "pracinha" e missa no dia 30, no conj. Francisco Figueira (igreja).

O Colégio Santa Joana D'Arc, tem perto de 800 alunos. Esta coluna, hoje é dedicada e denodada a amiga Maria Almeida, estrela educacional que trilha no nosso firmamento ao lado do seu esposo Ademilton Vila Nova Rocha, professor e empresário e que foi aluno da nossa esposa Socorro, há anos.


VEREADORES - Disse o senador José Jorge, "ser muito difícil ser aprovada a Emenda Constitucional com relação a composição no país, do enquadramento futuro das Câmaras Municipais". O TSE, deu um prazo até o dia 9 deste mês para ser aprovada a Emenda. Aliás, existe outra, a do Senado que trata do assunto. Esta, já foi aprovada pela câmara.

Provavelmente, deve ser uma delas promulgada, mas para vigorar a partir de 2010.

Pelo andar da "carruagem", Garanhuns vai ter mesmo 11 vereadores com vigência a 1ºde janeiro do próximo ano.

Não está em jogo o aumento desta vez, de vencimentos por parte dos representantes do Congresso Nacional, além de ser apreciada algumas medidas provisórias em caráter de urgência em primeiro plano como manda o regime interno do Senado.