Garanhuns, 22 de maio de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
COLUNAS
 

COLUNA DE ULISSES

Ulisses Pinto


SENADO - A Câmara Federal, aprovou em segunda discussão, a Emenda Constitucional, que aumenta o número de vereadores para o próximo ano, nos médios e grandes municípios, mas diminui o das cidades de menores habitantes.

Tudo faz indicar que a câmara dos deputados (2º turno), repetirá a votação. Vamos ver, até 10 de junho, como se comportará o Senado.

Pela tabela, Garanhuns, se enquadra para ter 19 vereadores, a partir de 01/01/2005, pois figura entre 100.001 a 250 mil habitantes, conforme lemos no jornal oficial da aludida Câmara dos Deputados.

Ssegundo a Emenda citada, cidades com até sete mil habitantes, só terão sete vereadores. Se essa Emenda for aprovada no Congresso, o país a partir de 1º de janeiro de 2005, perderá 5.062 vereadores!


ESCLARECIMENTO - Givaldo Calado, Joaci Laurindo e Pedro Gerson, declararam a este colunista, na Academia de Letras de Garanhuns, há dias, que o PSDB, Partido Progressista e o PPS, ficarão com o nome de Givaldo para prefeito. Mas, pelas falações do Dr. Silvino Duarte, do PMDB, os "tucanos" do senador Sérgio Guerra, darão guarida eleitoral ao candidato dele, Silvino, Luiz Carlos da farmácia.

Ouvimos, no dia 18 deste, por uma emissora, uma informação do ex-vereador Joaci Laurindo que ele no fim deste mês passará o comando do PSDB ao 1º suplente, Carlos Batata, da Câmara Federal. Contudo, ele Joaci continuará no partido em Garanhuns.

Achamos que entre 10 a 30 de junho (prazo das convenções municipais), se saberá na verdade, a verdade dos políticos em tela, haja vista sempre existir uma torcida em prol dos seus pré-candidatos.

Também o garanhuense tomará conhecimento se será Márcio de Barros Quirino o candidato a prefeito ou o seu parente próximo, Gedécio Barros de Almeida, duas figuras altaneiras da política local. No mesmo plano,julgamos Pedro Gerson, Givaldo Calado e Joaci Laurindo.


AGRADECIMENTOS - Através desta coluna, agradecemos o Poder Legislativo, de ter aprovado por unanimidade de votos, o Requerimento 233/1, do vereador Cacau e subscrito pelos seus companheiros, Daniel, Moura Acioli, Mazinho, Gedécio Barros, João Inocêncio, Sônia Moreno e Audálio Ramos, que concede voto de aplausos ao colunista Ulisses.

Este voto, que ficou nos anais da Casa Raimundo de Moraes, foi porque o "Dilpoma do Mérito José Marques de Melo", no Recife, no mês passado, durante o 2º Congresso Nordestino e Comunicação Empresarial, Relações Públicas, Assessoria de Imprensa e Publicidade. O prof. José Marques de Melo, com 40 anos de carreira acadêmica é o primeiro doutor em jornalismo no Brasil.

A proposta de homenagear Ulisses Pinto, com esse diploma, partiu do emérito escritor e jornalista Carlos Cavalcante, filho das alagoas.

O amigo vereador "Cacau", que apóia o nome do Dr.. Bartolomeu Quidute para ocupar o Palácio Municipal Celso Galvão, na justificativa disse no requerimento, que "nada mais justo que esta Casa Legislativa conceder um voto de congratulações ao jornalista Ulisses Peixoto Pinto, filho desta terra e que se sempre teve o carinho, a bondade , a grandeza com esta Casa desde muitos anos".

Foi dado conhecimento ao presidente da AIP, Flávio Chaves, escritor, jornalista e poeta, aos dirigentes do Diario de Pernambuco e do Jornal do Commercio, respectivamente, dr. Joezil Barros e Ivanildo Sampaio e ao ilustrado amigo há mais de 25 anos, jornalista Carlos Cavalcante.

Estou evaidecido, portanto, todos os vereadores de Garanhuns, inclusive ao autor da proposta José Carlos dos Santos (Cacau) pela honraria prestada a este simples colunista.

Ao vereador Givaldo Calado de Freitas, o agradecimento por ter ofertado não só um CD, mas vários, durante uma grande solenidade que ocorreu na Academia de Letras de Garanhuns, presidida com competência, seriedade por João Marques, poeta, filósofo e autor do Hino de Garanhuns (letra e música).

No CD patrocinado pelo vereador Givaldo, que aspira galgar o cargo de prefeito de Garanhuns, têm os hinos do Brasil, de pernambuco e desta nossa Garanhuns. Aliás, João Marques fez uma palestra sobre a história local com muito brilhantismo e com conhecimento de fatos e coisas da terra do Dr. Ivaldo Dourado Rodrigues, marco de grandeza dos Garanhuenses e do seu torrão natal.


LIBERDADE - Foi apenas um tropeço do nosso presidente quando tomou a iniciativa de barrar os passos do correspondente de The New York Times, dos estados Unidos, no Brasil.

Houve controvérsias até nas hostes governistas por acharem que houve atentado à liberdade de imprensa.

Lula, depois, achou que os advogados do jornalista americano Larry Rohter, se retrataram pelas declarações que ele gostava de "água que passarinho não bebe"... Tudo ficou como antes e viva a democracia.

Esse "galego" foi rude e indelicado com o presidente da república e no fundo, no fundo mesmo, o jornalista quis foi atingir o nosso Brasil.

Entre alguns "tragos" de Lula beber e a arrogância de Bush, preferimos o nosso garanhuense. Estamos certos se Lula fosse um ricaço, um potentado, nesse "cara" jornalista americano, não escreveria nada. Para este colunista, o presidente dos Estados Unidos não dá para lavar os pés do nosso Nordestino Luiz Inácio Lula da Silva.