Garanhuns, 22 de maio de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Especial
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Prefeitura lança programa de arrendamento residencial

Foi lançado oficialmente, dia sete de maio, o Programa de Arrendamento Residencial - PAR, uma parceria da Prefeitura de Garanhuns, Governo Federal e a Caixa Econômica Federal. A solenidade de lançamento do Programa, aconteceu no auditório da Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), e contou com a presença do prefeito Silvino de Andrade Duarte, a primeira dama Aurora Cristina, o ex-presidente da CDL de Garanhuns, Luís Carlos Oliveira, e grande parte de secretariado municipal. O gerente de mercado da área de Estados e Municípios da Caixa Econômica, Bento Júnior, também compareceu ao evento, juntamente com o gerente da CEF de Garanhuns, Pedro Ivan.

O programa pretende beneficiar inicialmente, cerca de 240 famílias. As casas, localizadas no Loteamento Floriano Medeiros, no bairro do Magano, terão dois quartos, sala, cozinha, banheiro e uma varanda, no valor de R$ 22.500,00. O PAR é destinado às famílias com renda mensal mínima de R$ 600,00 e que ganhem até 6 salários mínimos. Elas terão 15 anos para concluir o arrendamento, pagando uma taxa mensal de R$ 157,50, com opção de compra no final do prazo.

A grande vantagem do programa, é que não há o saldo devedor, pois não é um financiamento, mas sim arrendamento, uma figura jurídica semelhante ao aluguel, mas com a vantagem de se adquirir o imóvel no final do prazo. Outra vantagem é que a taxa de arrendamento é muito mais baixa do que a de financiamento: a correção será a mesma da poupança, o índice mais baixo do mercado.

Durante o discurso, o prefeito Silvino Duarte disse que a parceria com o Governo Federal e a Caixa Econômica, é um "compromisso de juntar esforços e trazer para Garanhuns a construção de casas populares". Nada dá mais emprego do que a construção civil. Com a iniciativa Garanhuns terá 250 empregos diretos, e ainda vai se resolver o problema de moradia das classes populares, falou. Um investimento de R$ 11 milhões de reais. O prefeito disse ainda que o governo do Estado garantiu que solucionará o problema da água no local. "O investimento que se fará na Compesa vai beneficiar não só o bairro do Magano, mas também toda a Boa Vista", acrescentou.

As casas serão construídas pela Construtora Nordeste Ltda. O engenheiro responsável pela obra, Alexandre Lakiss, disse que os trabalhos vão começar ainda este mês. O prazo para entrega das casas é de 10 meses. As pessoas interessadas em fazer o arrendamento residencial devem se dirigir até a Secretaria de Planejamento do Município, na sede da Prefeitura, localizada na Avenida Santo Antônio, 126, para fazer a inscrição.