Garanhuns, 10 de abril de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
GERAL
 

São João implanta Centro de Aleitamento

Dentro de cerca de 90 dias o município de São João será o primeiro município do Agreste Meridional e o segundo no interior do Estado a implantar um Centro de Aleitamento Materno (CIAMA). A notícia foi dada, esta semana, pelo secretário de saúde de São João, Dr. José Carlos Maranhão Fernandes, que juntamente com outros profissionais da área de saúde participaram do I Curso sobre Aleitamento Materno, ministrado pela médica Vilneide Braga, consultora de Aleitamento Materno no Ministério da Saúde, e pela Bióloga Celina, responsável pelo controle de qualidade de Banco de Leite do IMIPE.

"Essa é mais uma conquista para o município de São João. Nós estamos dando um passo grande no sentido da saúde. Este curso foi a base para começarmos o CIAMA em São João. As modificações físicas já estão começando a serem feitas na Unidade Hospitalar Josefa Cordeiro Vilaça, onde o centro vai funcionar. Teremos instrumentos para fazer o desmame, e vamos educar as nutrisses e fazer a coleta e armazenamento do leite para seus filhos" explica Dr José Carlos.

Durante o curso, os profissionais tiveram a oportunidade de conhecer minuciosamente toda anatomia mamaria, maneiras de pegar o peito e amamentar e as anormalidades que os seios podem ter. Além disso, o médico informa que o curso teve o propósito de formar uma consciência coletiva dos funcionários com respeito ao aleitamento, e assim multiplicar a importância na comunidade de estimular o aleitamento durante os seis primeiros meses de vida da criança. "Para nossa alegria, a semana passada, uma das parteiras já pôs em prática tudo que aprendeu no treinamento, e orientou uma mãe de primeira viagem, sobre a importância de amamentar. A mama é a mamadeira natural da criança. O funcionamento depende do estímulo, quanto mais a mãe dá o leite a seu filho, mais o organismo estimula a formação do leite" afirma.

O secretário enfatiza ainda que São João tem demonstrado, não só na saúde, mais também em outras áreas, como na educação, que há uma politização muito grande, e isso é o que faz a diferença. Ele ressalta que o município não tem uma política assistencialista, mais uma política de formação, de cultura, e de cidadania plena.

Ainda de acordo Dr José Carlos, o aleitamento é essencial para a criança, pois através dele a criança fica mais imunizada, diminui as diarréias e as doenças respiratórias na idade crítica, que vai até 1 ano. "O leite da mãe é bom para criança, é bom para a economia e é bom para mulher, pois reduz os riscos de ter câncer de mama. Não existe mulher sem leite, nem mesmo aquelas que fazem cirurgia no seio", salienta.