Garanhuns, 27 de março de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
OPINIÃO
 

A reconstrução em Angelim

Plínio Gustavo


A festa de São José este ano em Angelim assinalou um momento de suma importância para os angelinenses, para os católicos de um forma geral, para os amigos de Marco e Josemir, e particularmente para mim que durante quase oito anos registro em fotografias e escrevo modestamente para vários jornais aqui de Garanhuns. Não deu para ninguém, absolutamente ninguém perceber o que significou para mim esse tempo, essa convivência com esses dois governantes que com muita vontade de acertar, vencendo "barreiras" ás mais diversas, chegam a uma festa como eessa que tivemos durante os dias de 10 a 19 de março com um crédito maior, pois promoveram junto a uma equipe de muita capacidade os festejos de 2004, que sem sombra de dúvidas encerraram com chave de ouro os mandatos a eles confiados.

Foram oito festas de São José, desde a primeira até a próxima passada, todas elas inovadas no que diz respeito a atrações de caráter profano, e também a parte religiosa que durante todo esse tempo recebe por parte dos atuais governantes toda atenção, todo carinho, somando portanto esse sucesso absoluto que automaticamente vem inserindo a Festa de São José, em Angelim, como um dos grandes acontecimentos anuais em nossa cidade.

Essa última festa, encerrada em meio de semana, mesmo assim, trouxe para o nosso convívio pessoas das mais diferentes e distantes localidades, num atestado firme da grandeza das atrações aqui apresentadas, para todos os gostos, sempre para uma alegria efusiva que vem envolvendo a todos, e que também fazem muito bem aos promotores dos festejos.

Para Marco Calado e Josemir Miranda, dupla de parceiros evidentemente vitoriosos, todo o respeito e todo agradecimento do povo de Angelim que assiste a cada dia, a cada reconstrução, uma nova cidade que surge com mais força com mais pujança, ensejado para todos dias com muita prosperidade e muita paz. E sempre, muita e muita alegria, surgindo hoje, a Angelim a cidade que a gente merece.