Garanhuns, 27 de março de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
CIDADE
 

Garanheta está consolidada

Fundada há 14 anos, na gestão do prefeito Ivo Amaral, a Garanheta é um evento hoje consolidado. A festa é sem dúvida um dos maiores carnavais fora de época do Nordeste, atraindo todos os anos, à Suíça Pernambucana, jovens de toda região e de cidades como Caruaru, Recife, Maceió e Campina Grande. A antecipação de data, em 2004, é apenas um detalhe e com certeza em nada atrapalhará o sucesso do evento.

Em 1990, surgiu quase como uma brincadeira, quando o então prefeito Ivo Amaral resolveu atender a sugestão de um grupo de jovens da cidade. Faziam parte dessa turma o hoje vereador Josée Carlos Santos (Cacau), o médico Saulo Almeida, o veterinário Kléber Fernandes e o arquiteto Marcílio Reinaux Maia. Naquele ano, apenas um trio pequeno animou a festa que nem tinha os blocos organizados como acontece hoje.

A cada ano foram surgindo as agremiações, como o bloco Solteiros Satisfeitos (que durante um tempo rivalizou com o Bicho, este de 1994), Eu Quero Beijo, Mistura Fina, Micróbio do Frevo, Piranta Montilla, Pileke, Madrugada Folia e Leve-me, este desfilando pela primeira vez este ano.

Em 1990, na primeira Garanheta, realizada em pleno perído da Semana Santa, a polêmica se estabelecu. A igreja conservadora protestou e o resultado é que a festa foi suspensa no ano seguinte. Só que aí não parou mais e a cada ano cresce, apesar dos pessismista de plantão.

SEGURANÇA - Um assassinato e algumas facadas em pleno corredor da folia empanaram o brilho da Garanheta em 2002. Depois disso, a preocupação com a segurança do evento passou a ser redobrada e já o ano passado a festa transcorreu em paz.

Em 2004, toda estrutura montada garantem o sucesso da festa e dificilmente os marginais encontrarão brechas para atuar. Segundo o secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo do Município, Ivan Júnior, juntando os efetivos da Guarda Municipal, PM, Corpo de Bombeiros e Polícia Civil, um total de 700 homens estarão garantindo a tranquilidade da Garanheta.

O secretário informou que a prefeitura, responsável por toda infra-estrutura do evento está investindo cerca de R$ 100 mil no Carnaval fora de época, que durante esses quatro dias movimenta hotéis, bares, restaurantes, parte das lojas do centro e o comércio informal da região.

Dentre os destaques da festa, que acontece até este domingo, dia 28, estão a Timbalada, que desfilou na quinta, Babado Novo, atração da sexta, Chiclete com Banana e Gil, que saem hoje, no Bicho e Pileke, e Cheiro de Amor e Batuketa, presentes no encerramento.

Atrações à parte da Garanheta são a Feijoada Classe A, promovida pela colunista Kitty Lopes, do Correio Sete Colinas, e o Churrasco Nota 10, de Saulo Paes, do jornal Folha Net.