Garanhuns, 13 de março de 2004
  Início
  Opinião
  Política
  Cidade
  Geral
  Cultura
  Sociedade
  Ed. Anteriores
  Expediente
 
POLÍTICA
 

Juiz condena Bartolomeu Quidute

O principal assunto da semana na cidade foi a decisão do juiz da Vara da Fazenda Púbica da Comarca local, Breno Ribeiro Duarte de Oliveira, que condenou o ex-prefeito Bartolomeu Quidute na ação movida pela prefeitura, através do procurador do município, advogado Clinío Reinaldo. O ex-governante recebeu a intimação através de um oficial de justiça e no final o magistrado determina o prosseguimento da execução e a penhora do réu, "na forma da lei.

A pendência judicial envolvendo Bartolomeu começou bem antes, quando o TCE recomendou à Câmara que sua prestação de contas referentes ao ano de 1995 fosse rejeitada. Segundo o Tribunal, o então prefeito cometeu diversas irregularidades administrativas, como falhas nos processos de licitação, na edição do jornal O Monitor e nas obras de engenharia, que também estariam super faturadas.

Caso a decisão do juiz seja mantida, o ex-prefeito terá de devolver ao município a importância de 74.447,97 UFIRs, além de pagar uma multa de 2.000 mil UFIRs. Essa importância, convertida em real e atualizada, estaria hoje na faixa dos R$ 100 mil.